sicnot

Perfil

Mundo

Afluência às urnas e voto dos mais jovens podem decidir eleições britânicas

Afluência às urnas e voto dos mais jovens podem decidir eleições britânicas

No Reino Unido hoje é dia de eleições legislativas. Mais de 46 milhões de eleitores britânicos são chamados a votar 650 deputados e a eleger o primeiro-ministro. A principal disputa é entre a líder conservadora e atual chefe de Governo, Theresa May, e o dirigente trabalhista, Jeremy Corbyn. Este último falou aos jornalistas quando foi votar em Halloway, Londres, e disse estar orgulhoso da campanha. Os resultados eleitorais estão muito dependentes da afluência às urnas. Para Corbyn devem pender os votos dos mais jovens.

  • Pouca afluência após a abertura das urnas no Reino Unido
    2:33

    Mundo

    As assembleias de voto abriram hoje às 7:00 (mesma hora em Lisboa) no Reino Unido para as eleições legislativas que vão determinar qual o governo que vai negociar a saída do Reino Unido da União Europeia. O enviado da SIC Emanuel Nunes está na principal assembleia de voto junto da comunidade portuguesa de Londres.

  • Segurança reforçada de forma discreta para as legislativas em Londres
    4:11

    Mundo

    Um total de 46,9 milhões de eleitores vota hoje nas legislativas britânicas e determinar qual o governo que vai negociar a saída do Reino Unido da União Europeia. A enviada da SIC a Londres está em Westminster. Cândida Pinto diz que é grande a expectativa para este ato eleitoral com os dois candidatos cada vez mais proximos. A jornalista adianta também que a segurança para as eleições também foi reforçada, embora de forma discreta.

  • Cinco anos depois do incêndio na Serra do Caldeirão
    5:24
  • Destaques económicos que marcaram a semana
    2:03

    Economia

    A semana ficou marcada pela tragédia provocada pelos incêndios no centro do país. No entanto importa olhar para o que se passou noutras áreas e fazer um resumo das notícias relacionadas com a economia. 

  • Martin Schulz ataca Merkel a três meses das legislativas

    Mundo

    O social-democrata alemão Martin Schulz passou este domingo à ofensiva, a três meses das eleições legislativas, ao acusar Angela Merkel de "arrogância" e de sabotar a "democracia", quando as sondagens apontam para uma larga vantagem da chanceler da Alemanha.

  • Martha, a cadela mais feia do mundo
    0:42

    Mundo

    A cadela Martha, de raça mastim napolitano ficou em primeiro lugar na edição anual do concurso que elege os cães mais feios do mundo. A cadela tem três anos, pesa 57 quilos e foi resgatada pela dona quando estava praticamente cega. Acabou por recuperar a visão depois de várias operações. Martha e a dona receberam um prémio de 1.500 dólares e uma viagem a Nova Iorque para marcarem presença em programas de televisão.