sicnot

Perfil

Mundo

Candidato franco-português passou à segunda volta em França

Paulo da Silva Moreira é um dos candidatos de A República em Marcha! que passou à segunda volta das eleições legislativas, liderando os resultados na sua circunscrição e integrando o "maremoto" eleitoral do movimento de Emmanuel Macron.

O candidato franco-português da primeira circunscrição de Yonne, no distrito da Borgonha, disse à Lusa estar "muito satisfeito" por ter liderado a primeira volta, à frente do candidato de Os Republicanos e da Frente Nacional (FN).

De acordo com os resultados provisórios, Paulo da Silva Moreira conquistou 32,78%, seguido pelo deputado cessante Guillaume Larrivé com 29,88% e pelo representante da FN Ludovic Vigreux com 16,9%.

"Isto significa que fui ouvido e que os eleitores escolheram definitivamente mudar o modo do exercício da política. Eu e o meu suplente somos da sociedade civil e fomos escolhidos por representarmos a renovação", afirmou o candidato que no próximo domingo vai enfrentar o deputado cessante da direita Guillaume Larrivé, "um político de carreira".

Médico generalista e presidente da câmara de Treigny, a cerca de 200 quilómetros a sul de Paris, o franco-português de 52 anos está confiante de que pode vencer na segunda volta.

"É possível. Espero que a mobilização seja a mesma ou melhor. Penso que as pessoas se devem mexer para ajudar A República em Marcha a chegar à Assembleia Nacional. Há um verdadeiro maremoto do Em Marcha! em toda a França. Os resultados são muito bons e a França de amanhã é uma França aberta que vai ter um novo modo de funcionamento", continuou.

Paulo da Silva Moreira, que poderá vir a ser um dos novos rostos lusos de A República em Marcha na Assembleia francesa, nasceu em Cascais e veio para Paris com cinco anos, tendo adquirido a nacionalidade francesa em 1984 e mantido a ligação a Portugal, onde vai "várias vezes por ano".

Antes das primárias do Partido Socialista (PS), Paulo da Silva Moreira tinha sido contactado para se candidatar "sob a bandeira socialista", mas após a vitória de Benoît Hamon decidiu aliar-se a Emmanuel Macron.

Lusa

  • Presidente da Proteção Civil demitiu-se

    País

    O Presidente da Autoridade Nacional da Proteção Civil (ANPC), Joaquim Leitão, pediu esta quarta-feira a demissão com efeitos imediatos. A carta de demissão foi enviada para o Ministério da Administração Interna, no entanto, uma vez que a ministra também se demitiu, o documento seguiu para o gabinete do primeiro-ministro, António Costa.

  • Provavelmente o melhor golo da noite de Liga Europa
    1:24
  • Vitória de Guimarães mais longe dos 16 avos de final
    1:48
  • O perfil dos novos ministros
    3:22

    País

    Pedro Siza Vieira e Eduardo Cabrita são os dois novos ministros que tomam posse no próximo sábado. Ambos têm uma particularidade: são amigos de longa data do primeiro-ministro António Costa.

  • Não me parece o melhor princípio político, mas percebo que António Costa queira ter junto de si, sobretudo em tempos difíceis, os mais próximos. Os homens de confiança pessoal e política. Em plena tempestade, o primeiro-ministro chamou dois amigos de longa data, ex-colegas da Faculdade de Direito, Eduardo Cabrita e Pedro Siza Vieira. E eles não disseram que não.

    Bernardo Ferrão

  • Fogos na Califórnia provocaram 42 mortos e perdas acima de mil milhões de dólares

    Mundo

    O comissário dos seguros da Califórnia afirmou esta quinta-feira que as perdas provocadas pelos incêndios que dizimaram extensas áreas deste Estado norte-americano excedem os mil milhões de dólares (844 milhões de euros). Estes incêndios, que começaram no condado de Sonoma County, já provocaram a morte a 42 pessoas no mês de outubro.