sicnot

Perfil

Mundo

Candidato franco-português passou à segunda volta em França

Paulo da Silva Moreira é um dos candidatos de A República em Marcha! que passou à segunda volta das eleições legislativas, liderando os resultados na sua circunscrição e integrando o "maremoto" eleitoral do movimento de Emmanuel Macron.

O candidato franco-português da primeira circunscrição de Yonne, no distrito da Borgonha, disse à Lusa estar "muito satisfeito" por ter liderado a primeira volta, à frente do candidato de Os Republicanos e da Frente Nacional (FN).

De acordo com os resultados provisórios, Paulo da Silva Moreira conquistou 32,78%, seguido pelo deputado cessante Guillaume Larrivé com 29,88% e pelo representante da FN Ludovic Vigreux com 16,9%.

"Isto significa que fui ouvido e que os eleitores escolheram definitivamente mudar o modo do exercício da política. Eu e o meu suplente somos da sociedade civil e fomos escolhidos por representarmos a renovação", afirmou o candidato que no próximo domingo vai enfrentar o deputado cessante da direita Guillaume Larrivé, "um político de carreira".

Médico generalista e presidente da câmara de Treigny, a cerca de 200 quilómetros a sul de Paris, o franco-português de 52 anos está confiante de que pode vencer na segunda volta.

"É possível. Espero que a mobilização seja a mesma ou melhor. Penso que as pessoas se devem mexer para ajudar A República em Marcha a chegar à Assembleia Nacional. Há um verdadeiro maremoto do Em Marcha! em toda a França. Os resultados são muito bons e a França de amanhã é uma França aberta que vai ter um novo modo de funcionamento", continuou.

Paulo da Silva Moreira, que poderá vir a ser um dos novos rostos lusos de A República em Marcha na Assembleia francesa, nasceu em Cascais e veio para Paris com cinco anos, tendo adquirido a nacionalidade francesa em 1984 e mantido a ligação a Portugal, onde vai "várias vezes por ano".

Antes das primárias do Partido Socialista (PS), Paulo da Silva Moreira tinha sido contactado para se candidatar "sob a bandeira socialista", mas após a vitória de Benoît Hamon decidiu aliar-se a Emmanuel Macron.

Lusa

  • Cinco anos depois do incêndio na Serra do Caldeirão
    5:24
  • Destaques económicos que marcaram a semana
    2:03

    Economia

    A semana ficou marcada pela tragédia provocada pelos incêndios no centro do país. No entanto importa olhar para o que se passou noutras áreas e fazer um resumo das notícias relacionadas com a economia. 

  • Martin Schulz ataca Merkel a três meses das legislativas

    Mundo

    O social-democrata alemão Martin Schulz passou este domingo à ofensiva, a três meses das eleições legislativas, ao acusar Angela Merkel de "arrogância" e de sabotar a "democracia", quando as sondagens apontam para uma larga vantagem da chanceler da Alemanha.

  • Martha, a cadela mais feia do mundo
    0:42

    Mundo

    A cadela Martha, de raça mastim napolitano ficou em primeiro lugar na edição anual do concurso que elege os cães mais feios do mundo. A cadela tem três anos, pesa 57 quilos e foi resgatada pela dona quando estava praticamente cega. Acabou por recuperar a visão depois de várias operações. Martha e a dona receberam um prémio de 1.500 dólares e uma viagem a Nova Iorque para marcarem presença em programas de televisão.