sicnot

Perfil

Mundo

Candidato franco-português passou à segunda volta em França

Paulo da Silva Moreira é um dos candidatos de A República em Marcha! que passou à segunda volta das eleições legislativas, liderando os resultados na sua circunscrição e integrando o "maremoto" eleitoral do movimento de Emmanuel Macron.

O candidato franco-português da primeira circunscrição de Yonne, no distrito da Borgonha, disse à Lusa estar "muito satisfeito" por ter liderado a primeira volta, à frente do candidato de Os Republicanos e da Frente Nacional (FN).

De acordo com os resultados provisórios, Paulo da Silva Moreira conquistou 32,78%, seguido pelo deputado cessante Guillaume Larrivé com 29,88% e pelo representante da FN Ludovic Vigreux com 16,9%.

"Isto significa que fui ouvido e que os eleitores escolheram definitivamente mudar o modo do exercício da política. Eu e o meu suplente somos da sociedade civil e fomos escolhidos por representarmos a renovação", afirmou o candidato que no próximo domingo vai enfrentar o deputado cessante da direita Guillaume Larrivé, "um político de carreira".

Médico generalista e presidente da câmara de Treigny, a cerca de 200 quilómetros a sul de Paris, o franco-português de 52 anos está confiante de que pode vencer na segunda volta.

"É possível. Espero que a mobilização seja a mesma ou melhor. Penso que as pessoas se devem mexer para ajudar A República em Marcha a chegar à Assembleia Nacional. Há um verdadeiro maremoto do Em Marcha! em toda a França. Os resultados são muito bons e a França de amanhã é uma França aberta que vai ter um novo modo de funcionamento", continuou.

Paulo da Silva Moreira, que poderá vir a ser um dos novos rostos lusos de A República em Marcha na Assembleia francesa, nasceu em Cascais e veio para Paris com cinco anos, tendo adquirido a nacionalidade francesa em 1984 e mantido a ligação a Portugal, onde vai "várias vezes por ano".

Antes das primárias do Partido Socialista (PS), Paulo da Silva Moreira tinha sido contactado para se candidatar "sob a bandeira socialista", mas após a vitória de Benoît Hamon decidiu aliar-se a Emmanuel Macron.

Lusa

  • Quase 200 queixas por dia sobre serviços de saúde em 2017
    1:46

    País

    Foram apresentadas, em 2017, quase 200 queixas por dia sobre o funcionamento dos serviços de saúde públicos e privados. As questões administrativas e os tempos de espera foram as principais razões das mais de 70 mil reclamações recebidas pela Entidade Reguladora da Saúde.

  • Fim de semana com chuva e descida da temperatura

    País

    A chuva regressa hoje a Portugal continental e permanece pelo menos até ao início da semana, prevendo-se ainda uma descida da temperatura máxima entre 04 a 06 graus Celsius, disse à Lusa a meteorologista Cristina Simões.

  • O projeto pioneiro que apoia crianças com doenças incuráveis
    3:30

    País

    A única unidade de cuidados paliativos pediátricos do país situa-se em São Mamede de Infesta. Inaugurado há quase dois anos, pelo Kastelo, há passaram 68 crianças com doenças incuráveis. A instituição lançou agora uma campanha de donativos para construir um parque aquático.