sicnot

Perfil

Mundo

Cinco mortos em sismo na Guatemala

Moises Castillo

As equipas de emergência elevaram para cinco o número de mortos na Guatemala devido a um sismo de magnitude 6,6 que atingiu várias zonas do país na quarta-feira e causou também danos materiais.

O porta-voz dos Bombeiros Voluntários, Julio Sánchez, disse aos jornalistas que três novas vítimas mortais foram confirmadas, elevando o total para cinco -- quatro mulheres e um homem.

Duas pessoas morreram no departamento de Retalhuleu, um homem atingido por parte da fachada de uma igreja que caiu e uma mulher que sofreu um ataque cardíaco como consequência do sismo.

No departamento de San Marcos morreram outras duas mulheres, uma por fraturas causadas pela queda de objetos, e outra por paragem cardíaca, a mesma causa que matou a quinta vítima, em Quetzaltenango.

Os números são fruto de uma avaliação preliminar que se vai prolongar. Até agora foram contabilizados 609 afetados, 11 deslocados, sete feridos, 71 casas danificadas e 50 desmoronamentos.

O sismo de 6,6 registou-se às 01:19 de quarta-feira (08:29 do mesmo dia em Lisboa), com epicentro a 156,3 quilómetros a oeste-nordeste da Cidade da Guatemala, no departamento de San Marcos, fronteiriço com a região mexicana de Chiapas, embora tenha sido fortemente sentido na capital guatemalteca.Desde então registaram-se pelo menos dez réplicas, com magnitudes entre 3,8 e 5,1.

Lusa

  • Novo Banco vai reestruturar dívida de Luís Filipe Vieira
    1:22

    Desporto

    O Novo Banco vai reestruturar parte da dívida da empresa de Luís Filipe Vieira, que ronda os 400 milhões de euros. Parte dos ativos da empresa foram transferidos para um fundo para serem rentabilizados no prazo de cinco anos. Esse fundo está a ser gerido pelo vice-presidente do Benfica.

  • Dono de fábrica que ardeu na Anadia diz que produção não vai ser afetada
    2:04
  • Saco azul do BES pagou a 106 pessoas e 96 avenças ocultas
    2:21

    Economia

    Pelo menos 106 pessoas receberam dinheiro da Espírito Santo Enterprises, a companhia offshore criada nas Ilhas Virgens Britânicas e que terá funcionado como um gigantesco saco azul do Grupo Espírito Santo. O jornal Expresso revelou os primeiros vinte nomes da lista, entre os quais estão Zeinal Bava, antigo CEO da PT, e Manuel Pinho, ex-ministro da economia do Governo de José Sócrates.

  • Tragédia em Vila Nova da Rainha aconteceu há uma semana
    7:18
  • Doze meses de polémicas, ameaças e promessas
    3:52