sicnot

Perfil

Mundo

Manifestantes irados devido a incêndio de Londres invadem serviço de administração local

Toby Melville

Dezenas de manifestantes irados após o incêndio do edifício Grenfell em Londres, que causou pelo menos 30 mortos, invadiram esta sexta-feira o serviço de administração local, do qual depende o prédio de habitação social, constataram jornalistas da AFP.

A multidão encheu o átrio do edifício da administração de Kensington e Chelsea e foi travada na escada que dá acesso ao primeiro andar, face a seguranças privados.

Segundo a agência France Presse, registaram-se alguns encontrões e o ambiente era de muita tensão.

"Exigimos justiça", "Que vergonha", gritavam os manifestantes, alguns dos quais tinham cartazes com a frase: "Justiça para Grenfell".

Várias centenas de pessoas estavam também concentradas diante do edifício, mostrando aos 'media' cartazes com imagens das pessoas ainda desaparecidas.

Os serviços de emergência falam de "dezenas" de desaparecidos no incêndio na torre Grenfell, com 24 andares, 120 apartamentos e entre 400 e 600 moradores.

Desde o incêndio, na madrugada de quarta-feira, numerosas pessoas têm criticado severamente a gestão do edifício, considerada negligente, considerando muitos que se devia ao facto de se tratar de alojamento social.

Os seus alertas contra o perigo de incêndio foram ignorados durante anos.

Especialistas questionaram o revestimento do edifício, colocado em 2015, pois continha polietileno, o que poderia explicar a rapidez com que se propagou o fogo.

Segundo o jornal Times, a utilização daquele tipo de revestimento é proibida nos Estados Unidos para os edifícios com mais de 12 metros de altura.

Lusa

  • Negócios do Fogo
    22:00
  • Direção da Raríssimas na Madeira demitiu-se em setembro
    1:58

    País

    Três representantes da Raríssimas na ilha da Madeira demitiram-se, em setembro, de costas voltas para a direção. A delegação da instituição na ilha começou em 2015 e fechou com as três demissões. Em entrevista à SIC, uma das antigas delegadas afirmou que todos os fundos angariados foram para a sede, em Lisboa, ficando depois sem dinheiro para pagar as despesas.

  • Deputado do PSD recusa vice-presidência da Raríssimas
    1:58

    País

    Nas reações políticas ao caso da Raríssimas, o PSD e CDS dizem que é preciso acionar todos os mecanismos legais apropriados para averiguar a situação. O deputado social-democrata, Ricardo Baptista Leite, que tinha sido convidado recentemente para vice-presidente da instituição, diz que já não há condições para tomar posse.

  • Turistas aproveitam nevão na Serra da Estrela
    1:23
  • Fortes nevões no norte da Europa
    0:59
  • Dezenas de feridos em protestos contra decisão de Trump em Israel
    1:55
  • A brincadeira de um youtuber que podia ter acabado mal

    Mundo

    Um jovem youtuber inglês enfiou a cabeça num saco de plástico, prendeu-a na parte interna de um microondas e encheu depois o eletrodoméstico com cimento. A brincadeira, que podia ter acabado de forma trágica, deixou o jovem completamente preso e obrigou à intervenção dos serviços de emergência.

    SIC

  • "Popeye" russo pode ter que amputar braços

    Mundo

    Um jovem russo injetou um óleo no corpo para conseguir ter músculos, mais propriamente nos seus braços, que já cresceram cerca de 25 centímetros. Contudo, segundo um médico, o procedimento pode levar à necessidade de amputação, deixando o jovem sem os membros.