sicnot

Perfil

Mundo

Macron anuncia nova cimeira sobre o clima e espera "convencer" Trump

Axel Schmidt

O Presidente francês, Emmanuel Macron, anunciou a realização a 12 de dezembro de uma cimeira sobre o clima e espera "convencer" o seu homólogo norte-americano, Donald Trump, a mudar de opinião.

O Chefe de Estado francês fez estas declarações hoje em Hamburgo, no norte da Alemanha, onde decorreu a Cimeira das 20 maiores economias mundiais (G20), afirmando que a 12 de dezembro realiza-se uma nova cimeira sobre a luta contra o aquecimento global, dois anos após o Acordo de Paris sobre a matéria, alcançado no âmbito da Conferência das Nações Unidas sobre as Mudanças Climáticas de 2015, realizada na capital gaulesa.

"A 12 de dezembro próximo, dois anos após a entrada em vigor do acordo de Paris, reunirei uma nova cimeira para encetar novas ações pelo clima, nomeadamente sobre o plano financeiro", disse Emmanuel Macron na conferência de imprensa após o encerramento da Cimeira do G20.

O Presidente de França sublinhou que "espera" poder ainda "convencer" o seu homólogo norte-americano, Donald Trump, de voltar a atrás na sua decisão de abandonar o Acordo de Paris sobre a luta contra o aquecimento global.

Assegurando que não "desesperará jamais de convencer" Donald Trump, o Presidente francês encerrou a conferência afirmando: "Confirmo-vos, pois, que espero convencê-lo".

Lusa

  • Passos acusa Governo de "sacudir água do capote"

    País

    O líder do PSD, Pedro Passos Coelho, acusou este sábado o Governo de "sacudir a água do capote" para não assumir a responsabilidade pelo que está a ser decidido, usando uma política de comunicação que considerou ser um "embuste".

  • Quase 200 polícias solidários com agentes acusados
    2:29

    País

    Perto de 200 polícias manifestaram-se este sábado na sede da PSP em Alfragide, em solidariedade com os 18 agentes acusados no processo Cova da Moura. O Sindicato Nacional de Polícia associou-se ao protesto e diz existir um aproveitamento político do caso.

  • Polícias ameaçam com protestos no arranque do campeonato
    1:24

    País

    Os agentes da PSP ameaçam boicotar a presença nos jogos do campeonato da Primeira e Segunda ligas que começam em 15 dias. Os agentes colocam em causa o atual modelo de policiamento no futebol, que faz com que muitos dos profissionais da PSP trabalhem sem remuneração em dia de folga.