sicnot

Perfil

Mundo

Observatório denuncia bombardeamentos do exército sírio antes do cessar-fogo

Alaa Faqir

Helicópteros do exército sírio efetuaram na manhã de hoje bombardeamentos no sudoeste da Síria, horas antes do cessar-fogo anunciado pela Rússia e Estados Unidos, informou o Observatório Sírio dos Direitos Humanos.

Os ataques, que incluíram o lançamento de dois mísseis, aconteceram pouco depois da meia-noite, segundo o Observatório, adiantando que, desde então, reina a calma tanto em Deraa como nas províncias de Al Quneitra e Al Sueida, abrangidas pelo fim das hostilidades.


Na sexta-feira, os Estados Unidos e a Rússia chegaram a um acordo para o cessar-fogo no sudoeste na Síria, depois da reunião entre os líderes dos dois países, Donald Trump e Vladimir Putin, à margem da cimeira das 20 maiores economias mundiais, o G20, que terminou sábado em Hamburgo, na Alemanha.


No último mês, aquelas províncias sírias foram palco de um aumento da violência, especialmente Deraa, cuja capital é considerada o "berço da revolução" desde que começaram, em março de 2011, os protestos antigovernamentais que levaram ao conflito atual.

  • "Só numa ditadura é possível tentar esconder o número de vítimas"
    0:51

    Tragédia em Pedrógão Grande

    O primeiro-ministro diz que é "lamentável" a tentativa de aproveitamento político à volta dos incêndios. António Costa esteve esta quarta-feira à tarde na Autoridade Nacional de Proteção Civil e, no final do briefing, disse que é preciso confiança nas instituições do Estado. O primeiro-ministro deixou ainda muitas críticas à oposição no caso da lista de vítimas de Pedrógão Grande.

  • Sociedade de Pneumologia recomenda cuidados com calor e incêndios

    País

    A Sociedade Portuguesa de Pneumologia (SPP) alertou esta quarta-feira para os riscos respiratórios decorrentes dos incêndios e temperaturas elevadas, sobretudo para quem sofre de doenças crónicas, propondo medidas preventivas e recordando o aumento de mortalidade associado ao calor.

  • E os 10 mais ricos de Portugal são...

    Economia

    A família Amorim lidera a lista dos mais ricos do país, com uma fortuna avaliada em 3840 milhões de euros. Em segundo lugar surge Alexandre Soares dos Santos com 2532 milhões de euros. A família Guimarães de Mello ainda entra para o top 3, com um valor de 1471 milhões de euros. A lista foi elaborada pela revista EXAME, que conclui que os ricos estão ainda mais ricos, pela quarta vez consecutiva.

    Bárbara Ferreira

  • "Estou grávida! Estou a morrer!"
    1:14
  • Mulher vive sozinha numa ilha há 40 anos

    Mundo

    Zoe Lucas é a única pessoa a viver numa ilha canadiana, no norte do Atlântico. Nas últimas quatro décadas, a mulher de 67 tem partilhado a ilha Sable com cerca de 400 cavalos selvagens e 350 espécies de pássaros.