sicnot

Perfil

Mundo

Assassinado um dos candidatos à Assembleia Constituinte da Venezuela

Carlos Garcia Rawlins

Um candidato à Assembleia Constituinte, promovida pelo Presidente Nicolás Maduro, foi assassinado a tiro na cidade de Maracay, Estado de Arágua, 100 quilómetros a leste de Caracas.

Segundo o Ministério Público, o assassínio ocorreu na passada segunda-feira e a vítima foi identificada como José Luís Rivas Aranguren, de 42 anos, num incidente em que outras duas pessoas ficaram feridas.

Rádios locais noticiaram que o crime ocorreu no estádio desportivo 23 de Enero, onde se encontravam vários candidatos à Assembleia Constituinte, quando a vítima se preparava para discursar, tendo sido atingida a tiro por um desconhecido que se pôs em fuga.

O Corpo de Investigações Científicas, Penais e Criminalísticas (Cicpc), antiga Polícia Técnica Judiciária está a investigar o crime.

O Governo venezuelano iniciou domingo a campanha para o escrutínio de 30 de julho, quando serão eleitos os 545 membros da Assembleia Constituinte (AC) promovida pelo Presidente Nicolás Maduro.

Para Nicolás Maduro, a Assembleia Constituinte vai redigir uma nova Carta Magna, que deverá traduzir um "grande diálogo nacional e social, acabar com a corrupção e a burocracia, e centrada em ganhar a paz e isolar os violentos".

A nova Constituição deverá determinar a manutenção dos programas sociais conhecidos como "missões" criadas pelo falecido líder socialista Hugo Chávez, antecessor de Maduro, em matéria de habitação social, educação, saúde e cultura.

Os eleitos deverão promover novas formas de democracia participativa, e a democracia direta no social e político, além de dar valor constitucional às comunas e conselhos comunais.

A oposição acusa o Governo de avançar com um processo "fraudulento" e reclama que não houve consulta popular sobre as bases, argumentando que apenas o povo pode convocar uma Assembleia Constituinte.

Alega ainda que o regime pretende usar a Assembleia Constituinte para concluir a instauração de uma ditadura, acabar com a divisão e autonomia de poderes e perseguir a dissidência.

A convocatória para a eleição de uma Assembleia Constituinte, feita no passado dia 1 de maio pelo Presidente Nicolás Maduro, intensificou as manifestações da oposição que desde abril se registam no país depois de o Supremo Tribunal de Justiça divulgar duas sentenças que limitavam a imunidade parlamentar e em que aquele organismo assumia as funções do parlamento.Pelo menos 93 pessoas foram assassinadas no âmbito dos protestos.

Lusa

  • Ruas bloqueadas contra a Assembleia Constituinte

    Mundo

    Os venezuelanos bloquearam esta segunda-feira, durante 10 horas, ruas importantes de várias cidades do país, em protesto contra a Assembleia Constituinte promovida pelo Presidente Nicolás Maduro para alterar a Constituição.

  • Treze feridos em invasão ao Parlamento venezuelano

    Mundo

    O Parlamento da Venezuela foi esta quarta-feira violentamente invadido por apoiantes do Presidente Nicolás Maduro. Pelo menos 13 pessoas ficaram feridas, na sequência do ataque ao parlamento, em Caracas, por civis armados afetos ao regime, mantendo-se os deputados, funcionários e jornalistas fechados no edifício, que está cercado.

  • Número de mortos nos incêndios sobe para 43

    País

    Os incêndios florestais que deflagraram no domingo em várias zonas do país provocaram 43 mortos, disse esta quinta-feira à Lusa a adjunta do comando nacional da Autoridade Nacional de Proteção Civil (ANPC), Patrícia Gaspar. Trata-se de um homem que foi encontrado esta quinta-feira.

  • Casas de Luís Filipe Vieira e Pedro Guerra foram alvo de buscas
    2:39

    Desporto

    O caso dos emails levou esta quinta-feira a Polícia Judiciária a fazer buscas no Estádio da Luz e nas casas de Luís Filipe Vieira, o comentador Pedro Guerra e Paulo Gonçalves, o assessor jurídico do clube das águias. O advogado foi constituído arguido, mas só porque um advogado para ser alvo de buscas precisa de ser arguido.

  • Vitória de Guimarães mais longe dos 16 avos da Liga Europa
    1:48
  • Quem está ao lado de Trump? Melania ou uma sósia?

    Mundo

    A especulação surgiu no Twitter: estaria Trump acompanhado de uma sósia de Melania para ocultar a ausência da mulher num evento oficial? A teoria da conspiração ganhou depois força nas redes sociais. Julgue por si mesmo.

    SIC

  • Norte-americano entrega-se após perder aposta com a polícia no Facebook

    Mundo

    Um jovem de 21 anos procurado pela polícia norte-americana entregou-se, esta segunda-feira, depois de perder uma aposta com a polícia, no Facebook. Michael Zaydel prometeu entregar-se se uma publicação sobre o seu desaparecimento chegasse às mil partilhas, na rede social. O jovem norte-americano prometeu ainda levar uma dúzia de donuts, caso os agentes da cidade de Redford conseguissem ganhar a aposta.

    SIC