sicnot

Perfil

Mundo

Mais de 71 mil casas sem eletricidade em Santiago do Chile

Esteban Felix

Mais de 71 mil casas estão sem eletricidade em Santiago do Chile devido ao forte nevão que se registou no sábado passado, informou a Enel, empresa que administra o fornecimento de energia elétrica a grande parte da capital chilena.

Os bairros mais afetados são Las Condes, Vitacura, La Reina, La Barmechea, Ñuñoa e Providencia, na zona oriental da capital, onde há utentes há mais de 30 horas sem eletricidade.

O forte nevão que afetou no sábado Santiago do Chile foi o mais intenso das últimas décadas, tendo derrubado centenas de árvores e causou danos em postes elétricos, noticia a agência Efe.

Uma pessoa morreu e duas outras ficaram feridas, devido à queda de neve, que dificultou o tráfego na capital, que conta mais de sete milhões de habitantes, apesar de hoje a situação estar normalizada.

A empresa Enel assegurou hoje que as suas equipas estão a trabalhar dia e noite para repor a distribuição de eletricidade, que esteve cortada em 300 mil casas.

O temporal de neve, causado por uma onda de frio polar, que afetou nove regiões chilenas, de Coquimbo até Los Lagos.

Lusa

  • Marcelo de volta a casa após diagnóstico de gastroenterite aguda
    3:37
  • "Todas as decisões que tomei foi sempre a pensar no Sporting primeiro"
    2:08
  • Saransk tanto anseia por Ronaldo que até lhe fizeram um vídeo e uma música
    3:07
  • Portugal quer atrair imigrantes
    1:28

    País

    O Governo prepara-se para regularizar a situação de 30 mil imigrantes ilegais que vivem em Portugal. De acordo com a edição deste sábado do semanário Expresso, o Executivo pretende também abrir portas a 75 mil novos imigrantes por ano.