sicnot

Perfil

Mundo

Nevões no Chile causam um morto, dois feridos e milhares de casas sem luz

ELVIS GONZALEZ

A capital chilena foi atingida, no sábado, pelo maior nevão da década, um fenómeno que causou um morto, dois feridos e deixou mais de 300 mil casas sem eletricidade.

Santiago do Chile amanheceu coberta de um manto branco após um intenso temporal de neve que caiu durante a madrugada.

O governador da região metropolitana, Juan Pablo Gómez, informou que um trabalhador do hospital Sótero del Río, em Santiago, morreu depois de escorregar por causa da neve e bater com a cabeça.

Duas pessoas foram eletrocutadas no bairro de La Florida, com um cabo elétrico que se quebrou, mas não correm perigo de vida, indicaram as autoridades.

Praticamente todos os bairros da capital foram afetados pelo temporal, ainda que os nevões mais fortes se tenham verificado nas zonas da cidade mais próximas da cordilheira dos Andes.

Segundo o gabinete nacional de emergências, 316.200 casas foram afetadas por um corte no abastecimento de eletricidade na região metropolitana, que inclui a capital.

A direção meteorológica do Chile tinha alertado para a chegada de uma onda de frio polar no centro do país, que poderia provocar tempestades de neve.As previsões indicam que não cairá mais neve na zona central do Chile, mas os termómetros vão continuar com temperaturas abaixo de zero.

  • UGT reivindica que salário mínimo ultrapasse os 600€
    0:26

    Economia

    O secretário-geral da UGT reivindica que até 2019 o salário mínimo nacional ultrapasse os 600 euros. Este sábado, num congresso distrital na Guarda, Carlos Silva considerou que o Governo tem condições para ir mais além e voltou a defender que para o próximo ano o patamar mínimo para a negociação deve ser os 585 euros.

  • Militares tentam acabar com guerra entre traficantes na Rocinha, Rio de Janeiro
    3:07

    Mundo

    As últimas horas têm sido de tensão no Rio de Janeiro depois dos tiroteios que começaram desde que uma das principais favelas da cidade foi ocupada por militares na sexta-feira. As forças federais foram acionadas para auxiliarem a polícia, que há vários dias tenta acabar com a guerra entre fações de traficantes de droga.

  • Trump renovou as ameaças à Coreia do Norte
    1:30
  • Atrás das Câmaras em Pedrógão Grande
    3:37
    Atrás das Câmaras

    Atrás das Câmaras

    DIARIAMENTE NA SIC E SIC NOTÍCIAS

    A carrinha do "Atrás das Câmaras" continua pelo país a mostrar aquilo que alguns políticos ignoram. Este sábado a equipa da SIC esteve em Pedrógão Grande, 99 dias após o incêndio que fez 64 mortos e 200 feridos.

  • Morreu Charles Bradley, uma das lendas do soul

    Cultura

    O cantor Charles Bradley morreu este sábado aos 68 anos. O músico norte-americano foi diagnosticado com cancro no ano passado. A notícia da morte foi confirmada na página oficial do cantor no Facebook.