Mundo

Sabe o que disse Trump em 1999 sobre a Coreia do Norte?

Em 1999, Donald Trump disse o que faria em relação à Coreia do Norte se fosse Presidente dos EUA . Numa altura em que os dois países estão a trocar ameaças , recordamos a entrevista que o Presidente norte-americano deu há quase 20 anos, na qual disse que, antes de fazer o que fosse, negociaria "como louco" com o regime de Pyongyang.

A entrevista voltou a surgir na terça-feira, através do Twitter do próprio programa que a levou ao ar em 1999. "Meet the Press" da NBC lembrou a entrevista de Tim Russert a Donald Trump, na qual revelou como lidaria com um possível confronto com a Coreia do Norte.

"A Coreia do Norte está a rir-se de nós. Eles pensam que somos uma cambada de burros."

Na altura, Trump disse que o "maior problema do mundo era a proliferação nuclear" e que "seria bom sentar-se e negociar" com o regime de Pyongyang.

"Como Presidente, estaria disposto a lançar antecipadamente um ataque contra a capacidade nuclear da Coreia do Norte", foi assim que Tim Russert começou. "Primeiro, negociaria", foi a resposta de Donald Trump. "Negociaria como louco. Certificar-me-ia que conseguiríamos o melhor acordo possível."

Esta terça-feira, Pyongyang garantiu que estava a "examinar cuidadosamente" um pano para atacar o território norte-americano de Guam com mísseis. Isto aconteceu horas depois de o Presidente norte-americano ter ameaçado a Coreia do Norte com "fogo e fúria como o mundo nunca viu".

Na entrevista a Tim Russert, Trump disse que "em três ou quatro anos" a Coreia do Norte iria ter armas nucleares "apontadas à volta do mundo, especificamente aos Estados Unidos da América". Donald Trump defendeu a diplomacia em primeiro lugar. No entanto, "se a negociação não resultar, o melhor é resolver o problema agora do que mais tarde".

"Queres resolver em cinco anos, quando eles tiverem armas por todo o mundo, todas elas apontadas para Nova Iorque e Washington?" Trump perguntou na altura "Ou queres agir já?"

Esta quarta-feira, o Presidente norte-americano garantiu que o arsenal nuclear dos Estados Unidos da América "é o mais poderoso e forte de sempre", esperando, ainda assim, que não seja necessário utilizá-lo. Em plena escada de tensão entre os dois países, a comunidade mundial fica cada vez mais preocupada com as ameaças.

  • Três sportinguistas analisam entrevista de Bruno de Carvalho
    1:29
  • Concentração de Faro arranca hoje com segurança reforçada

    País

    A 37.ª edição da Concentração de Motos de Faro começa hoje e prolonga-se até domingo, sendo esperados 18 mil participantes, que terão segurança reforçada da GNR, uma semana após as detenções de 59 elementos do grupo motociclista Hells Angels.

  • Suspeitas de fraude na reconstrução de casas em Pedrógão Grande

    País

    Há suspeitas de esquemas fraudulentos na reconstrução das áreas ardidas de Pedrógão Grande. Segundo uma investigação da revista Visão haverá vários a lei foi contornada de diversas formas, para avançar com a reconstrução de casas não prioritárias, como os pedidos de alteração de morada fiscal para que habitações não permanentes fossem tratadas como casas de primeira habitação que deram entrada nas repartições de finanças.

  • Manuel Pinho não terá declarado dinheiro que recebeu
    2:45

    Economia

    Manuel Pinho não terá declarado ao Tribunal Constitucional o dinheiro que recebeu do chamado saco azul do Grupo Espírito Santo. Esta terça-feira, no Parlamento, o antigo ministro da Economia de José Sócrates foi questionado sobre o assunto mas recusou responder.

  • Jovens tailandeses poderão vir a sofrer de transtornos a longo prazo
    2:30

    Mundo

    Os 12 rapazes e o treinador resgatados de uma gruta da Tailândia já tiveram alta. Uma semana depois, saíram do hospital e deram uma conferência de imprensa em que se mostraram sorridentes. No entanto, os especialistas advertem que poderão vir a sofrer de transtornos a longo prazo, se forem obrigados recorrentemente a reviver tudo o que passaram.

  • Os portugueses que se cruzaram na vida de Mandela
    2:19
  • Cem anos de Mandela: o legado de um "gigante da História"

    Mundo

    Na história da Humanidade contam-se muito poucas figuras capazes de gerar uma aclamação unânime e global de elogio e agradecimento. Nelson Mandela está nessa lista de eleitos. No dia em que completaria 100 anos, recordamos o legado de "Madiba", um dos maiores impulsionadores da paz que este mundo já conheceu.

    André de Jesus

  • Será este o táxi mais autografado do mundo?
    2:27
  • Quem é a mais recente líder da Sonae?
    2:16
  • Rádio Escuta dá voz aos imigrantes que vivem em Lisboa
    4:02

    País

    Uma rádio comunitária está no ar, por estes dias, no bairro do Intendente, em Lisboa. O projeto é temporário e termina no próximo domingo. Mas até lá, a Rádio Escuta chega a mais de 100 países, pela internet, e dá voz aos imigrantes de diversas origens que vivem em Lisboa.

  • Lisboa vai ser Capital Verde da Europa em 2020
    2:54

    País

    O vereador do Ambiente de Lisboa quer envolver todos os cidadãos, empresas e agentes culturais na Capital Verde da Europa em 2020. Lisboa é a primeira cidade do sul da Europa a conseguir a distinção e, até lá, a Câmara promete um conjunto de investimentos para tornar a capital portuguesa um exemplo na área ambiental. Um deles é a construção de uma central solar.

  • Donald Trump em nova polémica

    Mundo

    O presidente dos Estados Unidos da América, Donald Trump, fez estalar uma nova polémica ao chamar ao Montenegro um "país muito pequeno" cujos habitantes são "muito agressivos" e por parecer questionar o princípio da defesa mútua dentro da NATO.

  • Urso apanhado na piscina de moradia de luxo na Califórnia
    1:35