Mundo

Dalai Lama cancela visita ao Botswana por exaustão

Ashwini Bhatia

O Dalai Lama, o líder espiritual tibetano de 82 anos, cancelou uma visita ao Botswana agendada para terça-feira "devido a exaustão", de acordo com um comunicado, adiantou a AP.

Segundo esse comunicado, o Dalai Lama escreveu ao Presidente do país no sul de África a expressar o seu "profundo lamento" pelo cancelamento.

A AP recorda que a China, que costuma pressionar os países a não receber visitas do líder tibetano, deixou um alerta ao Botswana.

A declaração do Dalai Lama referia que este agradeceu ao Presidente do Botswana, assim como ao Governo do país, "pela sua posição firme de acolhê-lo no seu país, apesar da enorme pressão para não o fazerem".

O comunicado afirmava ainda que, "ao longo das últimas semanas, sua santidade deu-se conta de que as suas atividades o tinham deixado invulgarmente cansado" e que os médicos o desaconselharam a fazer longas viagens.

Lusa

  • Dalai Lama imita Donald Trump
    0:28

    Eleições EUA 2016

    Com a aproximação das eleições presidenciais nos Estados Unidos da América, têm sido várias as personalidades levadas a comentar o que pensam dos candidatos. Agora, foi a vez de Dalai Lama em entrevista a um programa da televisão britânica. O Nobel da Paz não teceu comentários sobre Donald Trump, mas descreveu-o com humor.

  • Benfica promete queixa-crime contra quem divulgou contratos de Castillo e Ferreyra
    1:26

    Desporto

    Um blog divulgou na internet os valores dos contratos de dois dos reforços do Benfica, Castillo e Ferreyra. O clube da Luz promete agir judicialmente contra quem divulgou estas informações. A SIC sabe que devido à gravidade dos factos a Liga de Clubes está a considerar suspender os funcionários da instituição até que este caso seja esclarecido.

  • Donald Trump envolvido em mais uma polémica
    1:49
  • Caminhada de 20 quilómetros até ao trabalho valeu um carro

    Mundo

    Quando o carro de Walter Carr deixou de funcionar um dia antes do primeiro dia de trabalho numa empresa de mudanças, ele não desistiu nem ligou a dizer que ia faltar. Saiu de casa à meia-noite e fez mais de 20 quilómetros a pé para chegar a horas. No final recebeu uma recompensa.

    SIC