sicnot

Perfil

Mundo

El Salvador envia "nota de protesto" aos EUA

O ministro dos Negócios Estrangeiros de El Salvador, Hugo Martinez.

Jose Cabezas

O governo de El Salvador enviou esta sexta-feira uma "nota de protesto" aos Estados Unidos pelas recentes declarações polémicas do Presidente norte-americano, Donald Trump, que atingiram, segundo as autoridades locais, "a dignidade de El Salvador e de outros países".

"Expresso formalmente um protesto e rejeito fortemente este tipo de expressões", afirmou o ministro dos Negócios Estrangeiros de El Salvador, Hugo Martinez, citado num comunicado oficial.

Segundo avançaram na quinta-feira vários 'media' norte-americanos, Donald Trump usou a expressão "países de merda" para se referir a países como El Salvador, Haiti e a várias nações africanas durante uma reunião com um grupo de senadores para debater as leis migratórias para os Estados Unidos.

O chefe de Estado norte-americano negou hoje ter utilizado tal expressão, mas admitiu ter usado uma "linguagem dura" durante a reunião.A versão de Trump foi, entretanto, desmentida pelo senador democrata, Dick Durbin, que afirmou que o Presidente usou linguagem "vil e racista" no encontro.

O mesmo comunicado oficial enfatizou que o chefe da diplomacia de El Salvador protestou "vigorosamente" junto do executivo norte-americano e que exigiu respeito no tratamento do povo daquele país da América Central.

"No âmbito dos princípios que regem as relações entre os Estados, El Salvador exige respeito pela dignidade do seu povo nobre e corajoso", afirmou Hugo Martinez.

Na "nota de protesto", o ministro destacou ainda "o alto valor dos salvadorenhos" e relembrou aos Estados Unidos que "foram os compatriotas salvadorenhos que trabalharam na reconstrução do Pentágono [sede do Departamento de Defesa norte-americano], depois dos lamentáveis ataques terroristas de 2001".

Também mencionou a contribuição dos salvadorenhos na reconstrução da cidade norte-americana de Nova Orleães depois do furacão Katrina, em 2005, e a colaboração do país "em várias missões de paz" junto dos Estados Unidos e outras nações.

Lusa

  • Ministro garante segurança nas escolas com uso de poliuretano
    0:52

    País

    O ministro da Educação garante que as escolas estão em segurança e que não há perigo com um material como o poliuretano. Tiago Brandão Rodrigues respondia, esta quarta-feira, a uma pergunta dos Verdes sobre a substituição de amianto nas escolas.

  • Estoril garante que estrutura da bancada não está em causa
    2:23

    Desporto

    O Laboratório Nacional de Engenharia Civil deverá emitir esta quinta-feira um parecer preliminar sobre a bancada norte do estádio do Estoril-Praia. O clube garante que a estrutura não está em causa e que, tal como a câmara de Cascais, aguarda por conclusões para uma edificação feita no vale da Amoreira.

  • Ronaldo estará mesmo de saída do Real Madrid
    2:01
  • Várias alternativas para vender a sua casa
    8:58
  • Encontradas 86 pedras preciosas numa casa em Albufeira
    0:48
  • Polícia descobre arte de esconder 750 quilos de droga em ananases
    2:25
  • Moscovo só teve seis minutos de luz solar em dezembro

    Mundo

    Os portugueses estão tão habituados ao sol, que nunca imaginariam passar um mês inteiro sem ele. O fenómeno aconteceu na capital russa. Moscovo bateu o recorde em dezembro, quando passou o mês inteiro sem luz solar direta. As pessoas de Moscovo viram o sol apenas durante seis minutos e a espreitar timidamente por entre as nuvens.

  • A maior lua de Saturno tem nível do mar tal como a Terra

    Mundo

    Titã, a maior lua de Saturno, tem uma altura média da superfície do mar, tal como a Terra, revela um estudo divulgado esta quarta-feira, que se baseia em observações feitas pela sonda norte-americana Cassini, cuja missão terminou em setembro.