sicnot

Perfil

Mundo

Protesto nas Honduras termina com mais de 20 feridos

Jorge Cabrera

Mais de vinte pessoas, entre civis e polícias, ficaram feridas durante uma manifestação contra uma suposta fraude nas eleições gerais de 26 de novembro passado nas Honduras denunciada pela Aliança da Oposição contra a Ditadura, disseram fontes oficiais.

O Ministério da Administração Interna, em comunicado, deu conta de que 17 elementos das forças de segurança ficaram feridos durante o protesto, que começou de forma pacífica e que terminou com confrontos entre forças de segurança e manifestantes em frente do edifício da Presidência.

Seis feridos civis deram entrada no Hospital Universitário, disse fonte hospitalar, precisando que nenhum apresentava ferimentos graves.

Milhares de pessoas participaram na manifestação, entre elas o ex-candidato presidencial da Aliança da Oposição, Salvador Nasralla, e o ex-Presidente hondurenho Manuel Zelaya, que foi derrubado em 2009.

Nasralla não reconhece os resultados do Tribunal Supremo Eleitoral, que a 17 de dezembro declarou Juan Orlando Hernández como Presidente eleito (segundo mandato), e assegura que foi ele quem ganhou as eleições.

O responsável prometeu mais manifestações depois de dia 20 e até que o "ditador deixe o poder", como disse aos jornalistas referindo-se a Hernández.

Lusa

  • PS volta a subir nas intenções de voto, PSD é o que mais perde
    1:51