sicnot

Perfil

Mundo

México emite alerta em sete estados por roubo de fonte radioativa

Christian Charisius

O governo do México emitiu sexta-feira um alerta para sete estados devido ao roubo no centro do país de uma fonte radioativa que pode ser perigosa para a saúde humana se for removida do recipiente.

Em comunicado, a Coordenação Nacional de Proteção Civil disse que um densímetro nuclear desapareceu na quinta-feira de um veículo, no município de León, no estado de Guanajuato.

O alerta envolve as unidades de Proteção Civil dos Estados de Guanajuato, Querétaro, Jalisco, Michoacán, San Luis Potosí, Aguascalientes e Zacatecas.

A Proteção Civil avisou a população que, no caso de encontrar a referida fonte, não deve manipular o equipamento nem aproximar-se, estabelecendo um perímetro de segurança de pelo menos cinco metros.

O México já registou 11 outros incidentes de roubo de material radioativo desde finais de 2013, o mais recente dos quais em outubro passado, na cidade de Tepic.

Lusa

  • Sete dos 23 arguidos do caso da Academia de Alcochete já têm cadastro
    1:59

    Crise no Sporting

    Sete dos 23 arguidos do caso da Academia de Alcochete já foram condenados por 22 crimes que cometeram no passado, mas nunca nenhum deles cumpriu pena de prisão ou prisão domiciliária. O juiz decretou a prisão preventiva na sequência das agressões à equipa do Sporting por entender que se tratou de um comportamento chocante, terrorista e a perversão do espírito desportivo.

  • Está a pensar ir à praia? Não se esqueça do guarda-chuva
    0:43
  • Abate de animais nos canis proibido a partir de setembro
    1:35

    País

    O abate de animais nos canis passa a ser proibido a partir de setembro. Só em 2017, foram mortos cerca de 12 mil cães e gatos, uma média de um abate por hora. O Governo lançou um programa de incentivos financeiros de um milhão de euros, que ainda está a decorrer.

  • Cabazes solidários oferecidos pelo Governo encontrados no lixo
    0:57
  • Colheita da cereja já arrancou no Fundão
    1:54

    País

    A colheita das primeiras cerejas da época já começou no Fundão. A campanha atrasou um mês em relação a anos anteriores, por causa do inverno que se prolongou, mas os produtores garantem que o fruto é de qualidade.