sicnot

Perfil

Mundo

Presidente da África do Sul pronuncia-se amanhã sobre demissão

O Presidente da África do Sul, Jacob Zuma.

Siphiwe Sibeko

O Presidente sul-africano, Jacob Zuma vai pronunciar-se na quarta-feira sobre a ordem de demissão dada pelo Congresso Nacional Africano (ANC), o partido no poder, assegurou hoje o secretário-geral do partido, Ace Magashule.

"Tenho a certeza que o Presidente responderá amanhã (...) Sei que o Presidente vai responder amanhã", quarta-feira, declarou Magashule numa conferência de imprensa em Joanesburgo.

"O NEC (Comité nacional executivo, órgão de decisão do ANC) decidiu lembrar o camarada Jacob Zuma", declarou Magashule.

"Nós não lhe demos qualquer data limite mas eu sei que o Presidente vai responder amanhã", adiantou.

O Presidente Zuma, cujo segundo mandato termina em 2019, está envolvido em numerosos escândalos de corrupção que afetam negativamente a imagem do ANC.

"Nós estamos determinados a restaurar a credibilidade das instituições públicas, criar a estabilidade económica e relançar a economia com urgência", adiantou Magashule.

O Presidente Zuma não é obrigado constitucionalmente a aceitar a decisão do seu partido e se não o fizer o ANC pode pedir a votação de uma moção de censura.

Em caso de demissão do Presidente, o lugar será ocupado pelo vice-Presidente da África do Sul, Cyril Ramaphosa, Presidente do ANC, confirmou Magashule.

Lusa

  • Governo enfrenta vaga de contestação
    2:35

    Economia

    O Governo enfrenta uma onda de contestação. Guardas prisionais, procuradores, professores, médicos e enfermeiros descontentes ameaçam com greves nos diferentes setores, já nos meses de março e abril.

  • Bastonário dos médicos diz que a classe deixou de acreditar no ministro da Saúde
    2:24

    País

    Desde Março do ano passado que perto de mil médicos especialistas aguardam colocação nos hospitais. O concurso, prometido várias vezes pelo ministro da Saúde, não abriu ainda por falta de autorização do Ministério das Finanças. Amanhã, quinta-feira, um grupo destes médicos vai à Assembleia da República entregar uma carta que entretanto já seguiu para os ministros da Saúde e Finanças.

  • Proposta criação de 77 mil empregos através de uma descida da TSU
    1:23
  • 296 mortos em 2 dias de bombardeamentos em Ghouta Oriental
    2:16
  • Tiroteio na Florida foi o 18.º registado em meio escolar nos EUA desde janeiro
    1:25