sicnot

Perfil

Mundo

Polícia austríaca detém homem suspeito de ataque à faca em Viena

Dominic Ebenbichler

A polícia austríaca deteve um indivíduo de 23 anos que pode estar relacionado com o ataque à faca que feriu quatro pessoas em Viena na quarta-feira.

O porta-voz da polícia, Patrick Maierhofer, disse hoje através de um comunicado que o suspeito foi detido pouco depois de um homem de 20 anos ter sido esfaqueado e transportado de urgência para um hospital da capital austríaca na quarta-feira à noite.

As forças de segurança referem ainda que estão a investigar se existe alguma relação entre o ataque a três membros da mesma família e o esfaqueamento do indivíduo de 20 anos ocorrido uma hora depois.

A identidade do suspeito ainda não foi revelada. As três primeiras vítimas: um homem de 67 anos, a mulher de 56 anos e a filha de 17 anos de idade sofreram ferimentos graves e continuam hospitalizadas.

Lusa

  • Três feridos graves em ataque com faca em Viena

    Mundo

    Um desconhecido atacou esta quarta-feira um grupo de transeuntes com uma faca, deixando pelo menos três gravemente feridos, numa zona pedestre do centro de Viena, perto do parque Prater, revelou a edição eletrónica do jornal Österreich.

  • França vence o Peru e apura-se para os oitavos de final do Mundial

    Mundial 2018 / França

    A França venceu o Peru num encontro da 2.ª jornada do grupo C do Mundial 2018. Aos 34 minutos, Pogba passou para Giroud na esquerda, que tentou de pronto o remate, mas a bola saiu prensada por um defesa e chegou até à boca da baliza, onde apareceu Mbappé que praticamente só tem que encostar para pôr a França em vantagem no marcador. Ainda na primeira parte, Lucas Hernández tentou, por duas vezes consecutivas, marcar o segundo golo da França. Na segunda parte, o peruano Farfán ainda rematou várias vezes à baliza de Hugo Lloris, mas sem êxito.

  • Colisão mortal no IC1 perto da Marateca
    1:51
  • Portugal e Espanha empatados em tudo... menos nos amarelos
    1:42
  • Fase de grupos é o "momento mais crítico", diz Fernando Santos
    0:21