sicnot

Perfil

Mundo

Mais de vinte mil pessoas retiradas de cidade italiana devido a bomba da II Guerra Mundial

MUNICIPALITY OF FANO / HANDOUT

As autoridades da cidade italiana de Fano, na região de Las Marcas, procederam esta terça-feira à retirada de 23 mil habitantes do centro histórico, depois de ser encontrada uma bomba da II Guerra Mundial durante umas obras em curso.

O autarca, Massimo Seri, afirmou que a retirada das pessoas "deve ser imediata" porque a operação a efetuar "é perigosa", apelando às pessoas que abandonem as suas casas e se dirigirem para casas de amigos ou familiares fora do perímetro de segurança.

Em caso de não terem alojamento, o autarca, através da rede social Facebook, afirmou que existem instalações prontas para os receber.

Além dos habitantes, os pacientes do hospital de Santa Croce foram transferidos para um lugar seguro, o tráfego ferroviário foi cancelado e as escolas permanecerão fechadas.

A área afetada pela medida é, essencialmente, o centro histórico desta cidade, localizada na costa italiana do Mar Adriático.

A bomba, localizada na praia, será extraída do local onde foi encontrada e entregue aos técnicos da Marinha, que vão provocar a sua explosão no mar.

As operações vão decorrer durante a noite e é esperado que na quarta-feira regresse a normalidade à cidade.

Segundo a imprensa local, citada pela agência Efe, a bomba foi acidentalmente ativada depois de ser encontrada durante obras que estavam a decorrer e pode explodir. Trata-se de uma bomba de fabrico britânico, lançada de um avião durante a II Guerra Mundial, que pesa cerca de 225 quilos.

Lusa

  • Desespero e euforia marcaram o 8.º dia de Mundial
    0:50
  • Comprava uma bola de futebol com 9 mil cristais Swarovski?
    2:51
  • Lisboa vence prémio Capital Europeia Verde de 2020

    País

    A cidade de Lisboa venceu o prémio de Capital Europeia Verde de 2020, anunciou o comissário da União Europeia para o Ambiente, Assuntos Marítimos e Pescas, Karmenu Vella, numa cerimónia que decorreu em Nijmegen, na Holanda.

  • Trump culpa democratas pela separação de pais e filhos
    0:22