sicnot

Perfil

Mundo

Vereadora Marielle Franco assassinada com quatro tiros no Rio de Janeiro

Vereadora Marielle Franco assassinada com quatro tiros no Rio de Janeiro

Patrícia Almeida

Patrícia Almeida

Texto e edição de imagem

Jornalista

Marielle Franco, vereadora no Município do Rio de Janeiro, pelo PSOL, Partido Socialismo e Liberdade, foi morta a tiros na noite desta quarta-feira, 14 de março, no bairro do Estácio na cidade do Rio de Janeiro. Um crime com contornos políticos. A polícia suspeita que a vereadora tenho sido executada. Marielle Franco era uma das principais vozes na defesa dos direitos da mulheres negras no Brasil.


Também o motorista de Marielle Franco foi assassinado. Sobreviveu apenas a assessora que foi atingida por estilhaços e levada para o hospital.

A autarca tinha participado, ao início da noite, na iniciativa "Mulheres Negras Movendo as Estruturas" no Bairro da Lapa, Rio de Janeiro.

Entretanto, o secretário de Estado de Segurança, Richard Nunes, disse ter determinado uma ampla investigação.

Já o deputado estadual do PSOL Marcelo Freixo considerou o crime "inadmissível", observando que as "características são muito nítidas de execução".

Marielle Franco é reconhecida por sua histórica luta por direitos humanos, especialmente em defesa dos direitos das mulheres negras e moradores de favelas e periferias e na denúncia da violência policial.

  • Luaty Beirão satisfeito com sinais de mudança de paradigma em Angola
    4:03

    Mundo

    Sete meses depois da tomada de posse de João Lourenço como presidente de Angola, o país vive um tempo de revoluções. Mudanças inéditas que, nas palavras do ativista Luaty Beirão, permitem ter esperança num futuro melhor. O músico esteve em Lagos, a convite da Câmara Municipal, para falar sobre Livros e Liberdade.

  • O portal onde pode consultar certidões e outros documentos sem sair de casa
    7:37
  • Presidente da Comunidade de Madrid demite-se depois da divulgação de vídeo de roubo
    1:27