Mundo

Missão espacial chinesa vai tentar cultivar batatas na Lua

Stringer UK

A missão lunar chinesa Chang E 4, que deve ser lançada no final deste ano, vai tentar cultivar plantas na Lua, nomeadamente batatas, parte de uma experiência que visa constituir colónias espaciais, informou hoje a imprensa chinesa.

A Chang E 4, a segunda sonda chinesa que aterrará na superfície lunar, transportará um recipiente com sementes de batatas e de arabidopsis, uma planta herbácea, visando testar o seu cultivo na Lua.

Serão ainda levados ovos de bichos-da-seda e a sua evolução gravada em vídeo, para ser observada a partir da Terra. Designada "mini biosfera lunar", a experiência foi selecionada entre mais de 200 propostas ao programa espacial chinês, e conta com a participação de 28 universidades do país.

O programa Chang E começou em 2007, com o lançamento de uma primeira sonda orbital e, desde então, levou à Lua quatro sondas.

A longo prazo o programa chinês tem como objetivo lançar uma missão tripulada à Lua. Chang E é o nome de uma deusa que vive na Lua, segundo uma lenda chinesa.

O programa espacial chinês iniciou-se há duas décadas e hoje dispõe de foguetões, taikonautas e uma estação espacial próprios, além de planos para a instalação de uma base autónoma na Lua.

Lusa

  • "Sou assim, genuíno e frontal". O resumo da entrevista de Bruno de Carvalho à SIC Notícias
    3:47
  • Rádio Escuta dá voz aos imigrantes que vivem em Lisboa
    4:02
  • Centenas de pessoas no funeral de João Semedo
    2:22
  • Quem é a nova líder da Sonae?
    2:16

    Economia

    Aos 49 anos, a filha mais nova de Belmiro de Azevedo é a nova líder do grupo Sonae. Quem a conhece diz que Cláudia Azevedo herdou o feitio do pai. Também não gosta de ouvir "não" e tem bom humor.