sicnot

Perfil

Mundo

Café e chá podem ajudar a evitar arritmias cardíacas

Mario Anzuoni

O consumo moderado de café e chá pode evitar as arritmias cardíacas, segundo um estudo científico publicado esta segunda-feira, em que se defende que aquelas bebidas são seguras para pessoas com problemas de coração.

Uma chávena de café contém cerca de 95 miligramas de cafeína que estimula o sistema nervoso central e que quando entra no corpo pode bloquear os efeitos da adenosina, uma substância que favorece o tipo de arritmia mais comum, a fibrilação atrial.

Os autores da investigação, publicada no boletim Clinical Electrophysiology, basearam-se em estudos anteriores em que foram analisadas centenas de milhares de pessoas e verificaram que com o aumento do consumo de cafeína diminui entre 6% e 13% a frequência das arritmias.

"Existe a perceção pública de que a cafeína desencadeia problemas do ritmo cardíaco, mas a nossa investigação sugere que não é assim", disse o principal autor do estudo, Peter Kistler, diretor de eletrofisiologia no hospital Alfred e no Instituto Baker do Coração e Diabetes, em Melbourne, na Austrália.

Os investigadores concluíram também que a cafeína não provoca arritmias ventriculares, mesmo em doses até 500 miligramas por dia.

Só um consumo na ordem de nove ou dez chávenas de café por dia mostrou um aumento do risco de arritmia ventricular.

"Em vários estudos, pessoas que consomem regularmente café e chá de forma moderada têm um risco mais baixo de ter problemas no ritmo cardíaco", afirmou Peter Kistler.

Quanto às bebidas energéticas, defendem que as pessoas com problemas cardíacas não devem consumi-las, apontando que uma só bebida pode ter entre 160 a 500 miligramas de cafeína concentrada e que três quartos dos doentes cardíacos que beberam duas ou mais por dia queixaram-se de palpitações.

Lusa

  • As vantagens de beber café

    Mundo

    Um estudo da revista BMJ revela que o consumo moderado de café diminui o risco de doenças hepáticas e cancerígenas, bem como de acidentes vasculares cerebrais. Os investigadores recomendam 400mg de cafeína por dia, o equivalente a três ou quatro chávenas de café.

  • Uma alternativa ao café feita com pó de bolota
    1:40

    País

    Há uma alternativa ao café que está a ser desenvolvida na Universidade do Porto, em parceria com uma faculdade sérvia. Trata-se de uma bebida feita com pó de bolota e com a aparência semelhante ao café mas sabor diferente. A bebida de bolota tem características antioxidantes que são benéficas para a saúde.

  • "A nossa lei tem demasiados buracos"
    0:44

    País

    Rui Cardoso acusa a classe política de não querer resolver os problemas da corrupção em Portugal. Entrevistado na Edição da Noite da SIC Notícias o magistrado do Ministério Público considera que ainda há um longo caminho a percorrer no combate à corrupção.

  • Salah Abdeslam deixa cadeira vazia na leitura da sua sentença
    2:05

    Mundo

    O único suspeito vivo dos ataques de Paris em 2015 foi esta segunda-feira condenado a 20 anos de prisão por um tribunal belga, num processo paralelo: um tiroteio em março de 2016, em Bruxelas. Tanto Salah Abdeslam como o cúmplice não quiseram estar na leitura da sentença. O julgamento de Salah Abdeslam pelos ataques de Paris só deverá acontecer no próximo ano, em França.

  • Beyoncé e a irmã caem e o vídeo torna-se viral

    Cultura

    Beyoncé voltou este fim de semana a subir ao palco do Coachella, depois de ter atuado na primeira semana do festival que decorreu no deserto da Califórnia, nos EUA. A cantora norte-americana voltou a brilhar, mas foi o momento em que caiu no palco com a irmã, Solange, que acabou por se tornar viral.

    SIC

  • Cientistas querem sequenciar genomas de 15 milhões de espécies

    Mundo

    Um consórcio internacional de cientistas, que por enquanto não inclui portugueses, propõe-se sequenciar, catalogar e analisar os genomas (conjuntos de informação genética) de 15 milhões de espécies, uma tarefa que levará dez anos a fazer, foi divulgado esta segunda-feira.