Mundo

James Comey diz que Trump não tem competências para ser Presidente dos EUA

James Comey diz que Trump não tem competências para ser Presidente dos EUA

James Comey, ex-diretor do FBI disse à cadeia de televisão ABC que Donald Trump não está apto para ser Presidente dos Estados Unidos por motivos morais. Comey deixa em aberto a possibilidade de Trump estar nas mãos dos russos. Trump já reagiu. Chamou "mentiroso" e "canalha" a James Comey.

  • "É chocante mas é verdade: Trump é inapto para ser Presidente dos EUA"
    1:04

    Mundo

    O ex-diretor do FBI, James Comey, considera Donald Trump incompetente e moralmente inapto para ser Presidente dos Estados Unidos da América. Numa entrevista explosiva à cadeia de TV norte-americana ABC, James Comey acusa o chefe de Estado de mentir com regularidade, admite situações de obstrução à justiça e reconhece que os alegados encontros de Trump com prostitutas, na Rússia podem mesmo ter acontecido. Quase um ano depois de ser demitido pelo próprio Donald Trump da direção do FBI, James Comey publicou agora um livro de 300 páginas intitulado "Uma Lealdade Maior: Verdade, Mentira e Liderança", no qual ele pinta um retrato do sarcasmo de Trump, acusando-o de ser obcecado por sua imagem e descuidado. bem público. O livro apresenta Donald Trump como um chefe da máfia, um ser desonesto e egocêntrico.

  • Ex-diretor do FBI escreve livro sobre Trump e acusa-o de egocêntrico
    1:39

    Mundo

    O ex-diretor do FBI, James Comey, escreveu um livro que está repleto de declarações e acusações fortes contra Donald Trump. Em "A Mais Elevada Lealdade", Comey descreve Trump como uma pessoa que se move apenas pelo ego e pelas lealdades pessoais. Trump já reagiu e diz que Comey é mentiroso e que foi um péssimo diretor do FBI.

  • Marcelo assinala "passos importantes" na Cimeira da CPLP
    2:16
  • Manuel Pinho quer que inquérito do caso EDP seja atribuído a outros procuradores
    2:53

    País

    Manuel Pinho quer que o inquérito do caso EDP seja atribuído a outros procuradores. Numa carta enviada ao diretor do Departamento Central de Investigação e Ação Penal, a defesa do ex-ministro da Economia acusa os magistrados de imparcialidade, realçando como os procuradores do inquérito inviabilizaram as datas alternativas apresentadas pelo advogado.

  • "Os Maias" deixam de ser leitura obrigatória no secundário

    País

    Obras como "Os Maias" e "A Ilustre Casa de Ramires", de Eça de Queirós, vão deixar de ser de leitura obrigatória no ensino secundário a partir do próximo ano letivo. Os alunos deixam de ter indicação de uma obra específica para ler, passando o professor a escolher livremente uma obra de cada autor. O objetivo é fazer face aos programas extensos.

  • Santana diz que a concorrência é livre
    0:52

    País

    Santana Lopes sublinha que quer causar o menor dano possível ao PSD com a criação de um novo partido. O antigo primeiro-ministro diz no entanto que, apesar disso, a concorrência é livre. Isto depois de um estudo feito pela Eurosondagem mostrar que 4,8% dos inquiridos votaria num novo partido de Santana Lopes. O político diz que o número é inspirador, mas não adianta certezas sobre os próximos passos.

  • "Eu disse 'seria' quando queria dizer 'não seria'"
    1:34