Mundo

Pelo menos 29 mortos em ataque contra posições do Daesh

Pelo menos 29 pessoas morreram durante os bombardeamentos contra zonas controladas pelo grupo radical Daesh na província síria de Deir al Zur perto da fronteira com o Iraque.

De acordo com o Observatório Sírio para os Direitos Humanos os ataques atingiram uma fábrica de gelo onde se encontravam civis em Deir al Zur, numa área controlada pelo Daesh.


Uma fonte da organização não-governamental com sede em Londres admite que o balanço de vítimas mortais pode aumentar porque os bombardeamentos provocaram um número elevado de feridos.


Desconhece-se ainda a proveniência dos bombardeamentos que podem ter sido efetuados pela coligação internacional liderada pelos Estados Unidos ou por forças iraquianas contra as posições do grupo radical armado na zona de fronteira com a Síria.


Até ao momento, nem a coligação internacional nem responsáveis políticos iraquianos se pronunciaram sobre o ataque.


Desde segunda-feira que aviões de combate da aliança internacional comandada pelos Estados Unidos, no Iraque, sobrevoam o território sírio que foi atingido durante a noite.


Deir al Zur foi um reduto importante do Daesh, mas nos últimos meses os extremistas perderam território em combates contra as Forças da Síria Democrática, uma aliança liderada por milícias curdas que contra com o apoio de Washington.

Lusa

  • "Nada de mau vai sair do encontro" com Vladimir Putin
    2:23

    Mundo

    A horas da cimeira com Vladimir Putin na Finlândia, Donald Trump diz não ter grandes expectativas mas assegura que nada de mau sairá do encontro. Numa entrevista à CBS, o Presidente norte-americano coloca a União Europeia a par da Rússia e da China como inimigos dos Estados Unidos.

  • Médicos nas prisões para rastrear e tratar reclusos com VIH e hepatites

    País

    Os médicos infeciologistas, gastrenterologistas e internistas vão passar a deslocar-se às prisões para cuidar dos reclusos infetados com VIH e hepatites B e C e vão realizar-se rastreios à entrada, durante e final da reclusão. Este modelo vai estar em vigor em 45 estabelecimentos prisionais do continente.

  • Gaza de novo à beira da guerra
    2:30