sicnot

Perfil

Opinião

Costa e Catarina Martins querem "refazer a geringonça" sem PCP, diz Marques Mendes

Costa e Catarina Martins querem "refazer a geringonça" sem PCP, diz Marques Mendes

Luís Marques Mendes acredita que António Costa e Catarina Martins "adorariam" ter eleições antecipadas para poderem refazer a maioria de esquerda, com o Bloco no Governo e sem o PCP. O comentador diz que o chumbo comunista ao Orçamento do Estado do próximo ano seria o pretexto ideal para a ruptura. Mas não crê, no entanto, que o PCP caia na "armadilha".

  • António Costa adoraria ter eleições antecipadas para poder fazer maioria de esquerda
    26:16

    Luís Marques Mendes

    Luís Marques Mendes acredita que António Costa e Catarina Martins "adorariam" ter eleições antecipadas para poderem refazer a maioria de esquerda, com o Bloco no Governo e sem o PCP. O comentador diz que o chumbo comunista ao Orçamento do Estado do próximo ano seria o pretexto ideal para a ruptura. Não acredita, no entanto, que o PCP caia na armadilha e que haja de facto eleições antecipadas. Marques Mendes adianta que o plano de recapitalização da Caixa Geral de Depósitos já está abaixo dos 3 mil milhões de euros. O comentador da SIC revela ainda que a lista de novos administradores já chegou ao Banco Central Europeu, no final da semana passada. No habitual comentário dos domingos, Marques Mendes deixou duras críticas à forma desastrosa como o Governo e a oposição têm gerido o dossiê da banca e pediu a intervenção do Presidente da República, para que chame os partidos à razão, já nas reuniões de amanhã em Belém. António Guterres, Correia de Campos e as homenagens a Cavaco Silva e Mário Soares também foram temas do habitual espaço de comentário de Luís Marques Mendes.

  • Negócios do fogo
    22:00
  • "Não podemos gastar o dinheiro e depois os filhos e os netos é que pagam"
    2:05

    Opinião

    Miguel Sousa Tavares analisou esta segunda-feira, no habitual espaço de comentário no Jornal da Noite, o reembolso antecipado ao FMI. O comentador da SIC defendeu que seria mais vantajoso se Portugal reembolsasse mais depressa, antes da subida das taxas de juro. Miguel Sousa Tavares considerou ainda que o reembolso da dívida é uma boa notícia, pois seria "desleal" deixar a dívida para "os filhos e os netos" pagarem.

    Miguel Sousa Tavares

  • Os efeitos da tempestade Ana em Portugal
    1:43
  • Porque têm as tempestades nomes?
    0:49

    País

    As tempestades passaram a ter um nome, partilhado pelos serviços de meteorologia de Portugal, França e Espanha. Nuno Moreira, chefe de divisão de previsão meteorológica do IPMA, foi convidado da Edição da Noite da SIC Notícias para explicar que este método é também uma forma de sinalizar a dimensão das tempestades.

  • Fortes nevões no norte da Europa
    0:59

    Mundo

    A tempestade Ana não causou apenas estragos em Portugal, mas também na Galiza, com a queda de árvores e cheias nas zonas ribeirinhas. No norte da Europa, as baixas temperaturas provocaram fortes nevões e paralisaram a Grã-Bretanha, com voos cancelados, escolas fechadas e estradas cortadas.

  • "De repente ele estava em cima de mim a beijar-me e a apalpar-me"
    2:43