sicnot

Perfil

Pedro Cruz

Opinião

Pedro Cruz

Subdiretor de informação

Opinião

"Hoje é dia de chorar"

Pedro Cruz

Pedro Cruz

Subdiretor de informação

Nova Deli, 7 de dezembro. Costa estava no lobby do hotel. Sentado numa cadeira confortável. Recebeu uma primeira chamada mas a notícia não lhe foi confirmada. Logo depois outra. A informação chegou entretanto aos telefones dos jornalistas.

Costa ficou onde estava.
Ligou a Marcelo.
Combinaram que o PM falaria depois do PR.
Ligou a João Soares. Pediu para falar com Isabel Soares.
Deixou-se ficar sentado. Sempre ao telefone.
De repente, ninguém parece acreditar.

Em minutos, escolhe-se um "cenário de estado" no lobby do hotel, que empresta uma bandeira nacional.
A bandeira tem sempre de ficar à direita de quem fala.

Costa muda de gravata.
O Hall está cheio de ministros, assessores, diplomatas, jornalistas. Todos ao telefone.

Marcelo fala.
Costa aparece.
Fala mais com o coração que com a razão.
É um primeiro-ministro de todos os portugueses, mas é socialista.
O lábio e a voz tremem-lhe mais do que uma vez. Aguenta-se.
Declara o luto nacional e o funeral de Estado.
Diz que a visita de Estado vai continuar.
Sai de cena.
Uma sensação estranha atravessa toda a delegação.
Santos Silva, emocionado, tenta não chorar diante das câmaras.
"Hoje é dia de chorar" diz o ministro.