sicnot

Perfil

Opinião

"Redes sociais são uma grande fonte de risco para os menores"

"Redes sociais são uma grande fonte de risco para os menores"

Isabel Horta

Isabel Horta

Editora de Sociedade

A adolescente desaparecida em Ponte de Lima há uma semana foi resgatada esta sexta-feira pela polícia, em Ílhavo. As autoridades detiveram um homem de 24 anos, "referenciado pela prática de crimes de natureza sexual envolvendo menores", que abordava as vítimas através da rede social Facebook. A editora de Sociedade da SIC, Isabel Horta, considera que as redes sociais representam uma grande fonte de risco para os menores e defende que deve haver sempre supervisão parental.

  • PJ avisa que pais devem estar alerta para os perigos da internet
    1:39

    País

    Depois da adolescente de 13 anos ser resgatada, o diretor da PJ de Braga alerta os pais e encarregados de educação para situações semelhantes em que crianças e jovens são aliciados pela internet e através das redes sociais. Gil Carvalho acrescenta que o homem de 24 anos é suspeito de vários crimes.

  • A casa dos horrores
    7:57
  • PGR e presidente do Supremo deixam recado à ministra da Justiça
    2:45

    País

    Durante a abertura do ano judicial, a Procuradora-Geral da República e o presidente do Supremo Tribunal aproveitaram para deixar um recado à ministra da Justiça: é urgente aprovar o novo estatuto de juízes e magistrados. O presidente do Supremo diz que é injusta a má imagem da Justiça e pediu contenção aos magistrados.

  • Rui Rio tem sentido "alguma turbulência" no PSD
    2:01

    País

    Rui Rio e Pedro Passos Coelho tiveram esta quinta-feira a primeira reunião, desde que foi eleito o novo líder do PSD. À saída, Passos Coelho desejou que esta transição decorra com naturalidade. Já Rui Rio disse que tem sentido alguma turbulência no partido.

  • Sindicatos rejeitam fim das baixas médicas até três dias
    2:02

    País

    A CGTP quer levar o tema das baixas médicas à Concertação Social, já a UGT diz que há outras matérias prioritárias. Ainda assim as duas centrais sindicais lembram que a não justificação de faltas pode dar origem a um despedimento por justa causa. Esta quinta-feira o bastonário da Ordem dos Médicos propôs ao Governo que acabe com as baixas de curta duração, até três dias.

  • Papa interrompe percurso no Chile para ajudar polícia
    0:21
  • "Mundo à Vista" no Gana
    7:38