sicnot

Perfil

Opinião

"Redes sociais são uma grande fonte de risco para os menores"

"Redes sociais são uma grande fonte de risco para os menores"

Isabel Horta

Isabel Horta

Editora de Sociedade

A adolescente desaparecida em Ponte de Lima há uma semana foi resgatada esta sexta-feira pela polícia, em Ílhavo. As autoridades detiveram um homem de 24 anos, "referenciado pela prática de crimes de natureza sexual envolvendo menores", que abordava as vítimas através da rede social Facebook. A editora de Sociedade da SIC, Isabel Horta, considera que as redes sociais representam uma grande fonte de risco para os menores e defende que deve haver sempre supervisão parental.

  • PJ avisa que pais devem estar alerta para os perigos da internet
    1:39

    País

    Depois da adolescente de 13 anos ser resgatada, o diretor da PJ de Braga alerta os pais e encarregados de educação para situações semelhantes em que crianças e jovens são aliciados pela internet e através das redes sociais. Gil Carvalho acrescenta que o homem de 24 anos é suspeito de vários crimes.

  • O dia que roubou dezenas de vidas em Pedrógrão Grande
    3:47
  • Morreu Miguel Beleza

    País

    Miguel Beleza, economista e antigo ministro das Finanças, morreu esta quinta-feira de paragem cardio-respiratória aos 67 anos.

  • "Estamos a ficar sem espaço. Está na hora de explorar outros sistemas solares"

    Mundo

    O físico e cientista britânico Stephen Hawking revelou alguns dos seus desejos para um novo plano de expansão espacial. Hawking está em Trondheim, na Noruega, para participar no Starmus Festival que promove a cultura científica. E foi lá que o físico admitiu que a população mundial está a ficar sem espaço na Terra e que "os únicos lugares disponíveis para irmos estão noutros planetas, noutros universos".

    SIC

  • Não posso usar calções... visto saias

    Mundo

    Perante a proibição de usar calções no emprego, um grupo de motoristas franceses adotou uma nova moda para combater o calor. Os trabalhadores decidiram trocar as calças por saias, visto que a peça de roupa é permitida no uniforme da empresa para a qual trabalham.

  • De refugiada a modelo: a história de Mari Malek

    Mundo

    Mari Malek chegou aos Estados Unidos da América quando era ainda uma criança. Chegada do Sudão do Sul, a menina era uma refugiada à procura de um futuro melhor, num país que não era o seu. Agora, anos depois, Mari Malek é modelo, DJ e atriz, e vive em Nova Iorque. Fundou uma organização sediada no país onde nasceu voltada para as crianças que passam por dificuldade, como também ela passou.