sicnot

Perfil

José Gomes Ferreira

"As declarações de Augusto Santos Silva são o reconhecimento de culpa por parte do Governo"

"As declarações de Augusto Santos Silva são o reconhecimento de culpa por parte do Governo"

José Gomes Ferreira

José Gomes Ferreira

Diretor-Adjunto de Informação SIC

O secretário de Estado dos Assuntos Fiscais, Rocha Andrade, que viajou a convite da Galp para assistir a dois jogos de Portugal no Euro 2016 diz que não existe conflito de interesses, pelo facto da petrolífera manter uma guerra jurídica com o Estado. José Gomes Ferreira pensa de maneira diferente, no Jornal da Noite o jornalista diz que devia ter pedido desculpa pelo erro e que foi ingénuo em aceitar a viagem. José Gomes Ferreira diz ainda que "as declarações de Augusto Santos Silva são o reconhecimento de culpa por parte do Governo".

  • "Acho muito difícil o secretário de Estado continuar em funções"
    7:57

    Opinião

    José Gomes Ferreira considera que Rocha Andrade está numa posição fragilizada e insustentável e que deveria ter feito um pedido de desculpas, por ter aceitado uma viagem paga pela Galp a França, durante o Euro 2016. Tanto o governante como a empresa poderão ter incorrido num crime. José Gomes Ferreira lembra ainda que o secretário de Estado é o representante do Estado num processo contra a própria Galp.

  • "Querem mais receita para os cofres do Estado"
    2:43

    Opinião

    O Governo já respondeu às críticas sobre as alterações à lei do IMI e garantiu que o objetivo não é aumentar a receita fiscal. Explicações que não convencem José Gomes Ferreira, que considera que o único objetivo do Executivo é ter "mais receita para os cofres do Estado".

  • Marine devolve bandeira do Japão 73 anos depois 
    2:13

    Mundo

    Setenta e três anos depois da batalha mais sangrenta do Pacífico, um veterano dos Estados Unidos cumpriu uma promessa pessoal. Marvin Strombo devolveu à família a bandeira da sorte de um soldado japonês, morto em 1944, em Saipan, na II Guerra Mundial. 

  • Autoridades usam elefantes para resgatar pessoas das cheias na Ásia
    1:31

    Mundo

    Mais de 215 pessoas morreram nas inundações que estão a devastar o centro da Ásia, e estima-se que três milhões tiveram de abandonar as casas. As autoridades estão a usar elefantes para resgatar locais e turistas das zonas mais afetadas e avisam que há dezenas de pessoas desaparecidas.