sicnot

Perfil

País

  • "Sinto-me como quem leva uma sova monumental"
    0:30

    País

    Em Penacova este domingo, Marcelo Rebelo de Sousa foi questionado pelos jornalistas sobre o estado de alma depois de andar seis dias no terreno. O Presidente da República disse sentir-se "como quem leva uma sova monumental".

  • E agora?
    15:07

    Reportagem Especial

    Portugal voltou, na semana passada, a ser palco de uma tragédia que matou pelo menos 44 pessoas e deixou cerca de 70 feridas. Os incêndios destruíram mais de 800 casas, dezenas de empresas e explorações agropecuárias, mataram milhares de animais e consumiram uma gigantesca área de floresta. A reportagem da SIC andou pelo concelho de Tondela, onde três pessoas morreram e onde o levantamento de prejuízos materiais ainda não está concluído.

  • Marcelo saúda rapidez do Governo e pede convergência nacional
    2:31

    País

    O Presidente da República saúda a rapidez de resposta do Executivo, exige convergência nacional com o plano de emergência anunciado no sábado, em Conselho de Ministros extraordinário, e pede para que as querelas políticas sejam postas de lado. Marcelo Rebelo de Sousa esteve este domingo em Tábua e Penacova.

  • Equipa responsável por renovação da Proteção Civil ainda não é conhecida
    2:45

    País

    A constituição da unidade de missão que deverá entrar, esta segunda-feira, em funções para concretizar a reforma dos sistemas de prevenção e combate a incêndios ainda não é conhecida. A equipa de trabalho anunciada por António Costa será responsável por pôr de pé o novo sistema de Proteção Civil, aprovado no Conselho de Ministros extraordinário de sábado.

  • "PSD tem de ter uma liderança próxima das pessoas"
    0:51

    País

    Pedro Santana Lopes disse este domingo que o próximo presidente dos sociais-democratas tem de ser alguém próximo dos cidadãos. O candidato à liderança do PSD disse também que um líder fechado é um líder fora de tempo.

  • "Quero unir o PSD depois de o clarificar"
    1:17

    País

    Pedro Santana Lopes apresentou este domingo oficialmente a candidatura à liderança do PSD. Numa cerimónia pública em Santarém, Santana Lopes prometeu unir o partido depois de o "clarificar". O candidato passou boa parte do discurso a falar do seu passado político e de forma direta e indireta, deixou várias críticas ao adversário Rui Rio.