Última Edição

1
0:05

Última Edição

2
0:41

"Leões" não têm objetivos na Champions mas treinador diz que jogam para vencer

3
6:10

Centenas de pessoas no Festival Gótico em Leiria

4
0:35

Aumento do salário mínimo "está a ser discutido com os parceiros sociais"

5
0:30

Seguro acusa Passos de adiar discussão sobre aumento do salário mínimo

6
0:36

Proposta do Governo de aumento do salário mínimo é "operação de propaganda"

7
1:52

Líder do PCP diz que dados do desemprego não têm em conta estágios e emigração

8
0:42

Seguro diz que TAP deve ficar nas mãos do Estado

9
2:02

Estado subsidia cerca de 60% dos novos empregos

10
1:50

TAP com prejuízo de 83,4 milhões no 1º semestre

11
1:36

Arrendamento de casas de férias sem registo prévio sujeito a elevadas coimas

12
0:52

Machete diz que nenhum país da UE se opõe a sanções à Rússia

13
0:53

UE apoia aliança internacional contra Estado Islâmico

14
1:57

Moradores de zonas de bares em Aveiro exaustos devido ao ruído

15
2:16

Banho público em Fátima para angariar fundos para os bombeiros

17:59 06.11.2012

Primeiro período de férias judiciais de 22 de dezembro a 03 de janeiro

Regime de férias judiciais, diploma relativo a projetos do PSD e do PCP, foi aprovado a 22 de outubro de 2010

O primeiro de três períodos do regime de férias judiciais anuais, fixado pelo Conselho Superior da Magistratura (CSM) e publicado hoje em Diário da República, cumpre-se de 22 de dezembro a 2012 a 03 de janeiro de 2013.

Os outros dois períodos do Regulamento das Férias e Turnos Judiciais,  aprovado em sessão plenária ordinária do CSM de 16 de outubro deste ano, estão fixados de 24 de março a 01 de abril de 2013 e de 16 de julho a 31 de agosto do mesmo ano. 

O Regulamento das Férias e Turnos Judiciais teve apreciação prévia da Secção de Acompanhamento e Ligação aos Tribunais Judiciais. 

Este regime de férias judiciais, diploma relativo a projetos do PSD e do PCP, foi aprovado a 22 de outubro de 2010, no plenário da Assembleia da República, com os votos a favor do PSD, CDS/PP, Bloco de Esquerda, PCP e Os Verdes. Apenas PS votou contra. 

Lusa

Comentários

ATENÇÃO:ESTE É UM ESPAÇO PÚBLICO E MODERADO. Não forneça os seus dados pessoais (como telefone ou morada) nem utilize linguagem imprópria.
Publicidade

Agora

Facebook

Mais Populares

Comentários

Publicidade

Agora

Facebook

Mais Populares

País

Publicidade

Agora

Facebook

Mais Populares

CT: NEWS
X

Sabia que o seu Internet Explorer está desatualizado?

Para usufruir da melhor experiência de navegação na nossa página web recomendamos que atualize para uma nova versão. Por favor faça a atualização aqui .