sicnot

Perfil

País

Um fotógrafo e um voluntário mortos no leste apesar do cessar-fogo na Ucrânia

Um fotógrafo e um voluntário ucranianos foram mortos por bombardeamentos no sábado no leste da Ucrânia, apesar do decretado cessar-fogo.

© Gleb Garanich / Reuters

O fotógrafo do jornal ucraniano Segodnia, Serguiï Nikolaïev, e um combatente do grupo nacionalista paramilitar Pravy Sektor foram mortos em Piski, localidade perto das ruinas do aeroporto de Donetsk, disse à AFP um combatente daquele grupo no local. A redação do jornal confirmou a morte do fotógrafo.


Nenhuma baixa das forças governamentais ucranianas foi reportada nas últimas 24 horas. 


Ambas as partes envolvidas no conflito disseram que continuavam a retirar o armamento pesado da linha da frente -- um ponto-chave no plano de paz -- para pôr fim ao conflito que já causou pelo menos 5.800 mortos desde abril.


As autoridades ucranianas e os separatistas assinaram os chamados acordos de paz de Minsk a 12 de fevereiro na capital da Bielorrússia, com a mediação da chanceler alemã, Angela Merkel, do Presidente francês, François Hollande, e do Presidente russo, Vladimir Putin.


Nos termos desses acordos, foi decretado um cessar-fogo a 15 de fevereiro, mas ele foi seguido de uma ofensiva dos separatistas à cidade estratégica de Debaltseve, que as tropas ucranianas acabaram por abandonar.


Na quinta-feira, forças governamentais começaram a retirar as armas pesadas da linha da frente, e dois dias antes os separatistas começaram a retirar as suas armas da zona de combate, em linha com o acordo estabelecido a 12 de fevereiro.


Lusa

  • Putin promete punir assassinos do líder da oposição
    2:04

    Mundo

    O Presidente da Rússia garante que tudo será feito para punir os assassinos de Boris Nemtsov. O líder da oposição a Vladimir Putin foi morto com 4 tiros, horas depois de ter exigido o fim da ingerência russa na guerra da Ucrânia. Algumas das imagens podem chocar os espectadores.

  • Como não perder Barack e Michelle Obama nas redes sociais

    Mundo

    Sair da Casa Branca implica mais que reunir objetos físicos: é preciso guardar também os tweets, os posts e todo o conteúdo digital produzido nos últimos oito anos pelo Presidente dos EUA e pela primeira-dama. A equipa de Barack Obama já preparou tudo para que nada se perca do seu legado digital.

  • Portugueses querem contratar Obama

    Mundo

    Contratar Barack Obama. Pode parecer uma tarefa impossível, mas para a startup portuguesa Swonkie a única resposta a este desafio é "Yes We Can", mote da campanha presidencial de Obama de há nove anos.

  • Artista que criou poster de Obama quer invadir EUA com símbolos de esperança

    Mundo

    Shepard Fairey - o artista por trás do tão conhecido cartaz vermelho e azul "Hope" de Barack Obama, durante a campanha eleitoral de 2008 nos EUA - produziu uma série de novas imagens a tempo da tomada de posse de Donald Trump, na sexta-feira. Agora, o artista e a sua equipa querem manifestar uma posição política com a campanha "We The People", contra as ideias que o Presidente eleito tem defendido.