sicnot

Perfil

País

Um fotógrafo e um voluntário mortos no leste apesar do cessar-fogo na Ucrânia

Um fotógrafo e um voluntário ucranianos foram mortos por bombardeamentos no sábado no leste da Ucrânia, apesar do decretado cessar-fogo.

© Gleb Garanich / Reuters

O fotógrafo do jornal ucraniano Segodnia, Serguiï Nikolaïev, e um combatente do grupo nacionalista paramilitar Pravy Sektor foram mortos em Piski, localidade perto das ruinas do aeroporto de Donetsk, disse à AFP um combatente daquele grupo no local. A redação do jornal confirmou a morte do fotógrafo.


Nenhuma baixa das forças governamentais ucranianas foi reportada nas últimas 24 horas. 


Ambas as partes envolvidas no conflito disseram que continuavam a retirar o armamento pesado da linha da frente -- um ponto-chave no plano de paz -- para pôr fim ao conflito que já causou pelo menos 5.800 mortos desde abril.


As autoridades ucranianas e os separatistas assinaram os chamados acordos de paz de Minsk a 12 de fevereiro na capital da Bielorrússia, com a mediação da chanceler alemã, Angela Merkel, do Presidente francês, François Hollande, e do Presidente russo, Vladimir Putin.


Nos termos desses acordos, foi decretado um cessar-fogo a 15 de fevereiro, mas ele foi seguido de uma ofensiva dos separatistas à cidade estratégica de Debaltseve, que as tropas ucranianas acabaram por abandonar.


Na quinta-feira, forças governamentais começaram a retirar as armas pesadas da linha da frente, e dois dias antes os separatistas começaram a retirar as suas armas da zona de combate, em linha com o acordo estabelecido a 12 de fevereiro.


Lusa

  • Putin promete punir assassinos do líder da oposição
    2:04

    Mundo

    O Presidente da Rússia garante que tudo será feito para punir os assassinos de Boris Nemtsov. O líder da oposição a Vladimir Putin foi morto com 4 tiros, horas depois de ter exigido o fim da ingerência russa na guerra da Ucrânia. Algumas das imagens podem chocar os espectadores.

  • O poder da linguagem corporal nos tribunais
    9:12
  • Fomos conhecer o novo Samsung S8
    1:42

    Mundo

    Depois da crise dos telemóveis Samsung Note 7 com bateria defeituosa que podia explodir, a marca tinha que lançar um aparelho inovador. O S8 foi anunciado esta quarta-feira em Londres. O repórter da SIC, Lourenço Medeiros, foi ver como é.

    Enviado SIC