sicnot

Perfil

País

Um fotógrafo e um voluntário mortos no leste apesar do cessar-fogo na Ucrânia

Um fotógrafo e um voluntário ucranianos foram mortos por bombardeamentos no sábado no leste da Ucrânia, apesar do decretado cessar-fogo.

© Gleb Garanich / Reuters

O fotógrafo do jornal ucraniano Segodnia, Serguiï Nikolaïev, e um combatente do grupo nacionalista paramilitar Pravy Sektor foram mortos em Piski, localidade perto das ruinas do aeroporto de Donetsk, disse à AFP um combatente daquele grupo no local. A redação do jornal confirmou a morte do fotógrafo.


Nenhuma baixa das forças governamentais ucranianas foi reportada nas últimas 24 horas. 


Ambas as partes envolvidas no conflito disseram que continuavam a retirar o armamento pesado da linha da frente -- um ponto-chave no plano de paz -- para pôr fim ao conflito que já causou pelo menos 5.800 mortos desde abril.


As autoridades ucranianas e os separatistas assinaram os chamados acordos de paz de Minsk a 12 de fevereiro na capital da Bielorrússia, com a mediação da chanceler alemã, Angela Merkel, do Presidente francês, François Hollande, e do Presidente russo, Vladimir Putin.


Nos termos desses acordos, foi decretado um cessar-fogo a 15 de fevereiro, mas ele foi seguido de uma ofensiva dos separatistas à cidade estratégica de Debaltseve, que as tropas ucranianas acabaram por abandonar.


Na quinta-feira, forças governamentais começaram a retirar as armas pesadas da linha da frente, e dois dias antes os separatistas começaram a retirar as suas armas da zona de combate, em linha com o acordo estabelecido a 12 de fevereiro.


Lusa

  • Putin promete punir assassinos do líder da oposição
    2:04

    Mundo

    O Presidente da Rússia garante que tudo será feito para punir os assassinos de Boris Nemtsov. O líder da oposição a Vladimir Putin foi morto com 4 tiros, horas depois de ter exigido o fim da ingerência russa na guerra da Ucrânia. Algumas das imagens podem chocar os espectadores.

  • "Hoje vi chover lume"
    3:57
  • A Minha Outra Pátria
    29:53
  • Milhares de clientes da CGD vão pagar quase 5€/ mês por comissões de conta
    1:24

    Economia

    Milhares de clientes da Caixa Geral de Depósitos (CGD), que até aqui estavam isentos de qualquer pagamento, vão começar a pagar quase 5 euros por mês por comissões de conta. A medida abrange também reformados e pensionistas e entra em vigor já em setembro. Ainda assim, os clientes com mais de 65 anos e uma pensão inferior a 835 euros por mês continuam isentos.

  • O apelo da adolescente arrependida de ir lutar pelo Daesh

    Daesh

    Uma adolescente alemã que desapareceu da casa dos pais, no estado da Saxónia, esteve entre os vários militantes do Daesh detidos este fim de semana na cidade iraquiana de Mossul. Arrependida do rumo que deu à sua vida, deixou um apelo emocionado em que expressa, repetidamente, a vontade de "fugir" e voltar para casa.

    SIC