sicnot

Perfil

País

Fundador do PS Alfredo Barroso garante que pede hoje desfiliação partidária

O fundador do Partido Socialista Alfredo Barroso garantiu à agência Lusa que vai enviar hoje um e-mail ao partido a pedir a sua desfiliação partidária.

(SIC/Arquivo)

(SIC/Arquivo)

Em declarações à Lusa, Alfredo Barroso explicou que o e-mail será uma "mensagem muito simples", sem "justificações ou considerandos".

"Solicito a minha desfiliação do Partido Socialista com efeitos imediatos", será a mensagem que Alfredo Barroso disse que ará mandar ainda hoje.

Alfredo Barroso decidiu pedir a desfiliação deste partido alegando estar "envergonhado" com declarações recentes do secretário-geral socialista, António Costa, que acusa de ter prestado "vassalagem à China".

Na nota, publicada a 26 de fevereiro passado e intitulada "Depois da ignóbil 'chinesice' de Costa demito-me do PS, e é já", Barroso salienta que, aos 70 anos, quer "acabar a vida com alguma dignidade e coerência", situação que considera não ser "manifestamente possível" se continuar "a militar" no PS.

"Não podia continuar num partido estando constantemente a criticar a sua linha de atuação", começou por disser à Lusa, garantindo que desde há alguns anos que se tem contido na tomada da decisão de se desfiliar, mas que agora a "gota de água que fez transbordar o copo" foram as declarações do atual secretário-geral do partido.

Entretanto, António Costa, já lamentou a decisão de Alfredo Barroso de se demitir do PS, adiantando que procurará pessoalmente esclarecer o fundador do partido sobre a correta interpretação da sua intervenção perante a comunidade chinesa.

Esta posição foi transmitida recentemente à agência Lusa por António Costa, depois de Alfredo Barroso, antigo chefe da Casa Civil do Presidente da República Mário Soares, de quem também é familiar, ter anunciado a sua demissão do PS.

  • "Já só lhes resta uma coisa: bisbilhotar comunicações privadas"
    2:57

    Caso CGD

    O primeiro-ministro diz que o PSD atingiu o grau zero da política, quando chegou à "bisbilhotice" de querer ver as mensagens trocadas entre o ministro das Finanças e António Domingues. A polémica da Caixa Geral de Depósitos voltou a marcar o debate quinzenal, com António Costa a garantir que nunca esteve em causa a entrega de declarações da administração. Já o PSD e o CDS a acusaram o Governo de violar as regras da transparência e de oprimir os direitos da oposição.

  • Compensa comprar a granel?
    8:39
  • Técnica de defesa contra aperto de mão de Donald Trump
    1:39
  • Vídeo mostra aterragem de Harrison Ford que quase causou um desastre

    Mundo

    Harrison Ford quase provocou um grave acidente quando, ao pilotar um dos seus aviões, falhou a pista de aterragem e esteve muito perto de chocar contra um um Boeing 737, com mais de 100 pessoas a bordo. O incidente com o ator norte-americano, considerado um piloto experiente, aconteceu na passada segunda-feira, dia 13, no Condado de Orange, na Califórnia, e o momento foi captado em vídeo.

  • Descoberta nova espécie de primatas em Angola

    Mundo

    Uma equipa britânica de cientistas descobriu uma nova espécie de galagos anões, um primata pertencente à família dos galonídeos - comum na África subsariana -, na floresta ameaçada da Kumbira, localizada na província do Cuanza Sul, noroeste de Angola.

  • Vestidos da princesa Diana em exposição
    1:29

    Mundo

    As roupas mais emblemáticas da princesa Diana vão estar em exposição no Palácio de Kensington, em Londres, a partir de sexta-feira. O objetivo é mostrar a evolução do estilo da princesa de Gales, considerada um dos maiores ícones de moda de sempre.