sicnot

Perfil

País

Costa recusa comentar a polémica da dívida de Passos à Segurança Social

Costa recusa comentar a polémica da dívida de Passos à Segurança Social

António Costa, secretário-geral do PS, recusou-se hoje a comentar a polémica da dívida do primeiro-ministro à Segurança Social. Confrontado pela SIC, o secretário-geral do PS fugiu a qualquer comentário.

  • PSD defende que Passos pode dar mais explicações num debate quinzenal
    0:59

    País

    Os deputados da maioria chumbaram o pedido do PS para que Passos Coelho esclarecesse o caso das contribuições à Segurança Social, entre 1999 e 2004. Para o PSD e o CDS, a iniciativa do PS viola o regimento do Parlamento. Os socialistas queriam que nove questões fossem respondidas na comissão parlamentar de Trabalho e Segurança Social. Para o PSD, o assunto já está esclarecido e pode agora ser colocado num debate quinzenal ou através de um requerimento diretamente dirigido ao chefe do Executivo, tal como fizeram o PCP e o Bloco de Esquerda. A SIC falou com Nuno Sá, do PS, e Adão e Silva, do PSD.

  • Oposição quer conhecer ao pormenor carreira contributiva de Passos Coelho
    2:40

    Economia

    Apesar dos repetidos esclarecimentos de Passos Coelho, ainda há perguntas por responder. Todos os partidos da oposição entregaram no Parlamento requerimentos para saber ao pormenor o que se passou entre 1999 e 2004. Anos em que o primeiro-ministro acumulou dívidas à Segurança Social e que, de acordo com o jornal Público, não foram todas contabilizadas. Parte da dívida terá sido dado como prescrita. O valor entre 1999 e 2004 com juros seria superior a 8 mil euros. A Segurança Social terá tido em conta o valor entre 2002 e 2004.

  • PCP quer que Passos esclareça a falta de pagamentos à Segurança Social
    0:40

    País

    O PCP espera que o primeiro-ministro esclareça o caso da falta de pagamentos à Segurança Social antes do debate quinzenal agendado para 11 de Março. O líder parlamentar comunista diz que as explicações de Pedro Passos Coelho não convencem e, por isso, o partido já entregou, na Assembleia da República, um conjunto de perguntas que quer ver respondidas pelo primeiro-ministro.

  • Passos garante que está preparado para todo o tipo de ataques
    2:24

    País

    O primeiro-ministro voltou hoje a falar da polémica sobre a falta de pagamento à Segurança Social. No encerramento das jornadas parlamentares do PSD, Passos Coelho diz que está a ser alvo de ataques pessoais, que superam as questões políticas em ano eleitoral.Admite que falhou prazos de pagamento no passado, mas diz nunca se deixou influenciar por qualquer tipo de poder enquanto chefe do Governo.

  • Passos explica porque se sentiu irritado com Costa
    0:42

    Economia

    Depois das imagens em que surgiu visivelmente irritado com António Costa, no último debate quinzenal, Passos Coelho veio agora explicar porquê. Na discussão com o primeiro-ministro, o líder do PSD não gostou que Costa tivesse insinuado que a fuga de 10 mil milhões de euros para offshores tenha ocorrido por inação do Governo anterior.

  • Ferro Rodrigues desvaloriza críticas do CDS
    3:24

    Caso CGD

    Marcelo Rebelo de Sousa fez questão de receber em público Ferro Rodrigues antes de um almoço com o Presidente da Assembleia da República. O Presidente também recebeu a representante do CDS-PP, Assunção Cristas, que foi apresentar queixa de Ferro Rodrigues e da maioria de esqueda em relação à comissão de inquérito da Caixa Geral de Depósitos. Ferro Rodrigues desvalorizou as críticas de que foi alvo.

  • Regime de Pyongyang nega envolvimento na morte de Kim Jong-nam 
    1:53

    Mundo

    A polícia da Malásia diz que o irmão do líder da Coreia do Norte foi morto com uma arma química. Os investigadores encontraram vestígios de gás VX no corpo de Kim Jong-nam, um gás letal proibido pelas convenções internacionais. O Governo da Coreia do Sul pediu esta sexta-feira ao regime de Pyongyang que admita que está por detrás da morte de Kim Jong-nam mas o mesmo já veio negar o envolvimento no assassinato.