sicnot

Perfil

País

Nuno Crato diz que obras no Conservatório "estão prestes" a começar

Viana do Castelo, 05 mar (Lusa) - O ministro da Educação, Nuno Crato, afirmou hoje, em Viana do Castelo, que as obras de reabilitação na Escola de Música do Conservatório Nacional "estão prestes" a avançar com a "recuperação do telhado, o problema principal daquele edifício".

"O conservatório tem dois tipos de obras: tem as urgentes e imediatas, e tem obras de fundo que precisam de ser feitas e que nós vamos iniciar, não tenhamos dúvidas sobre isso", declarou Nuno Crato, afirmando que os 43 mil euros para as obras urgentes "correspondem aos orçamentos apresentados pela escola em função das necessidades consideradas inadiáveis". (Arquivo)

"O conservatório tem dois tipos de obras: tem as urgentes e imediatas, e tem obras de fundo que precisam de ser feitas e que nós vamos iniciar, não tenhamos dúvidas sobre isso", declarou Nuno Crato, afirmando que os 43 mil euros para as obras urgentes "correspondem aos orçamentos apresentados pela escola em função das necessidades consideradas inadiáveis". (Arquivo)

Tiago Petinga / Lusa

"Está prestes a ser iniciado um conjunto de obras de recuperação do telhado, que está na origem dos problemas mais graves que existem no Conservatório, e estamos a trabalhar com toda a rapidez possível para que isso seja resolvido", sustentou, sem especificar o prazo para arranque da empreitada.

O ministro, que falava aos jornalistas à margem da cerimónia de tomada de posse da nova direção do Instituto Politécnico de Viana do Castelo (IPVC), adiantou que a reabilitação daquela escola de música está incluída "na lista nacional de prioridades".

Questionado se a realização da intervenção irá implicar o encerramento daquela escola disse "que é um problema que está a ser analisado".

"A Direção Geral de Estabelecimentos Escolares (DGEST) está a estudar esse problema e está a procurar soluções em conjunto com a direção da escola, e não queria adiantar mais sobre isso. Agora que é uma prioridade nossa, é", assegurou. 

Nuno Crato sublinhou que o problema do Conservatório "arrasta-se há muitos anos, pelo menos há uma década, e merece soluções imediatas e soluções de fundo".

O parlamento foi hoje unânime no lamento sobre o estado de degradação da Escola de Música do Conservatório Nacional, com a oposição a criticar a falta de intervenção do Governo.

Esta semana, os alunos do Conservatório realizaram uma noite de vigília em que o piano "não parou até alta altas horas" da madrugada.

Cerca de cem pessoas passaram a noite nas instalações do Conservatório Nacional, respondendo ao apelo da comissão criada na escola de música para exigir obras no edifício, em avançado estado de degradação.

Na sequência de uma vistoria da Câmara Municipal de Lisboa, foram encerradas 10 salas por motivos de segurança, outras apresentam também riscos, devido à deterioração dos tetos.








Lusa
  • Vigília no Conservatório para exigir obras
    1:49

    Cultura

    Pais , professores e alunos da Escola de Música do Conservatório Nacional estiveram em vigília, toda a noite, nas instalações deste estabelecimento de ensino. Voltam a alertar para a necessidade de obras urgentes no edifício.

  • Portugal a tremer de frio
    3:07

    País

    Portugal continua a registar temperaturas negativas, sobretudo no Norte do país. Em Trás-os-Montes, por exemplo, marcaram mínimas de 11 graus abaixo de zero e os termómetros desceram tanto que congelaram rios, canalizações de água e até aquecimentos de escolas. Mas nem tudo é mau pois os produtores falam em boa época para curar fumeiro.

  • Michelle Obama partilhou momento de despedida da Casa Branca
    1:43
  • Artista que criou poster de Obama quer invadir EUA com símbolos de esperança

    Mundo

    Shepard Fairey - o artista por trás do tão conhecido cartaz vermelho e azul "Hope" de Barack Obama, durante a campanha eleitoral de 2008 nos EUA - produziu uma série de novas imagens a tempo da tomada de posse de Donald Trump, na sexta-feira. Agora, o artista e a sua equipa querem manifestar uma posição política com a campanha "We The People", contra as ideias que o Presidente eleito tem defendido.

  • Podem as plantas ver, ouvir e até reagir?

    Mundo

    Um professor de Ciências Vegetais da Universidade de Missouri, nos Estados Unidos, passou quatro décadas a investigar as relações entre vegetais e insetos. Na visão de Jack Schultz, as plantas são "como animais muito lentos", que conseguem ver, ouvir, cheirar e até têm comportamentos próprios.

  • Zoo da Indonésia acusado de querer matar ursos à fome

    Mundo

    Um grupo de ativistas da Indonésia acusa o Jardim Zoológico de Bandung de estar a matar à fome os seus animais, incluindo os ursos-do-sol, para ser fechado. Um vídeo recentemente publicado mostra os ursos, que aparecem muito magros e a implorar por comida.