sicnot

Perfil

País

Sentença dos suspeitos perseguidos por agentes da PSP mortos adiada para segunda-feira

A leitura da sentença dos dois homens detidos na semana passada pela PSP, depois de uma perseguição policial em Loures foi hoje adiada, depois de um erro no sistema de gravação ter obrigado à repetição da anterior sessão. A leitura da sentença foi remarcada para a próxima segunda-feira, pelas 14:00, no Tribunal da Comarca Lisboa Norte, em Loures.

Arquivo

Arquivo

Lusa

Os dois homens de 17 e 20 anos começaram a ser julgados em processo sumário no dia 26 de fevereiro e tiveram uma nova sessão de julgamento na segunda-feira passada, à qual não compareceram, e na qual foram ouvidas três testemunhas ligadas a este caso.

Em virtude de um erro do sistema de gravação, a sessão de segunda-feira, onde foram ouvidos dois agentes da PSP e o morador da casa que tinha sido alvo de uma tentativa de assalto pelos suspeitos, foi hoje novamente repetida.  

No dia 25 de fevereiro, os dois detidos e um outro suspeito foram perseguidos por agentes da PSP depois de um alegado assalto a uma residência no concelho de Loures.

Dois dos suspeitos foram intercetados num canavial perto da estação ferroviária, mas um deles ainda continua em fuga.

Na perseguição, dois agentes da PSP, de 23 e 26 anos, que pertenciam à esquadra de São João da Talha, foram colhidos mortalmente por um comboio entre a Bobadela e Sacavém.

Em tribunal, dois dos agentes da PSP que participaram nesta operação confirmaram que os detidos correspondiam à descrição que tinha sido feita pelos colegas que os tinham avistado junto à residência assaltada.

Os agentes disseram ainda que os detidos estavam já referenciados pela PSP e que, há um mês, tinham fugido de uma esquadra de Alcântara.

Já na sequência da detenção deste caso, os dois detidos tentaram fugir da esquadra de Odivelas, pelo telhado.

No final da sessão de hoje os advogados dos dois arguidos recusaram-se a prestar declarações aos jornalistas.


Lusa
  • BE diz que é urgente preparar o país para a saída do euro
    1:10

    País

    Catarina Martins diz que é urgente preparar o país para o cenário de saída do euro. No final da reunião da mesa nacional do Bloco de Esquerda, a coordenadora do partido criticou o encontro de líderes europeus em Roma e disse ainda que a Europa da convergência chegou ao fim.

  • "Mais UE não significa mais Europa"
    0:50

    País

    O secretário-geral do PCP insiste nas críticas à União Europeia. Um dia depois da comemoração dos 60 anos do Tratado de Roma, Jerónimo de Sousa defendeu, no Seixal, que o modelo europeu está esgotado e prejudica vários países, incluindo Portugal.

  • Mais de 50 detidos pela GNR em 12 horas

    País

    A GNR fez 51 detenções entre as 20:00 de sábado e as 08:00 de hoje, 39 das quais por condução sob efeito do álcool ou sem carta, e três por violência doméstica, segundo um comunicado hoje divulgado.

  • "Um Lugar ao Sol"
    17:05
    Perdidos e Achados

    Perdidos e Achados

    SÁBADO NO JORNAL DA NOITE

    O Perdidos e Achados foi conhecer como eram as férias de outros tempos. Quando o Estado Novo controlava o lazer dos trabalhadores e criava a ilusão de um país exemplar. Na Costa de Caparica, onde é hoje o complexo do INATEL estava instalada a maior colónia de férias do país, chamava-se "Um Lugar ao Sol".

  • Monumentos de 7 mil cidades às escuras por 1 hora
    2:51