sicnot

Perfil

País

Costa rompe silêncio e acusa Passos de abusar da imunidade política

Costa rompe silêncio e acusa Passos de abusar da imunidade política

António Costa rompeu finalmente o silêncio sobre o caso da dívida do primeiro-ministro à segurança social. O secretário-geral do PS diz que Passos Coelho "tem usado e abusado da imunidade politica" que o Presidente da República lhe deu. Se vai ou não exigir a demissão do primeiro-ministro, Costa diz que aguarda respostas, para depois tirar ilações.

  • Passos Coelho assume pagamentos fora de prazo
    2:05

    País

    O primeiro-ministro assume que fez pagamentos ao Estado fora de prazo, com juros, por distração ou porque não tinha dinheiro. Passos Coelho sublinha, no entanto, que nunca teve qualquer tratamento de exceção.

  • Seixas da Costa acusa Passos Coelho de falta de cultura democrática
    2:55

    Opinião

    A polémica com as dívidas do primeiro-ministro esteve em discussão na Quadratura do Círculo, com Lobo Xavier a dizer que é inaceitável que Passos Coelho desvalorize essa situação. No programa desta semana que teve como convidado Francisco Seixas da Costa, foi do embaixador que vieram as críticas mais diretas à forma como o chefe do Governo lidou com a situação.

  • Sócrates acusa Passos Coelho de perseguição política
    3:19

    País

    José Sócrates acusa o primeiro-ministro de cobardia e perseguição política, e diz que Passos está próximo da "miséria moral". Numa carta enviada ao Diário de Notícias, TSF e JN, Sócrates responde ao discurso de Passos sobre a dívida à Segurança Social. António Costa continua a preferir o silêncio.

  • Passos vai esclarecer dívidas à Segurança Social no Parlamento
    2:10

    País

    Passos Coelho vai responder às perguntas dos deputados sobre as dívidas à Segurança Social. A garantia foi deixada pelo líder parlamentar do PSD, esta quinta-feira, no Parlamento, que aproveitou para reafirmar que o primeiro-ministro nunca foi beneficiado em relação às dívidas ao Estado.

  • Atacantes de Barcelona "não estão a caminho da nossa fronteira"
    7:00

    Ataque em Barcelona

    O diretor da Unidade Nacional de Contraterrorismo da Polícia Judiciária esteve esta sexta-feira no Jornal da Noite para falar sobre o duplo atentado em Espanha. Luís Neves diz que o nível de ameaça em Portugal, perante os ataques, não foi alterado porque "não se detectou que tenha existido informação que possa colocar o nosso território em perigo".