sicnot

Perfil

País

PCP envia novas perguntas a Passos sobre dívida à Segurança Social

O PCP vai enviar novas perguntas a Pedro Passos Coelho por considerar que houve "omissão" de alguns elementos em relação à dívida do primeiro-ministro à Segurança Social.

No documento, o Partido Comunista pede ao primeiro-ministro que esclareça que informações teve da Segurança Social, quanto ao período a que se referia a dívida prescrita, e em que data exata foi efetuado o pagamento dessa mesma dívida.

No documento, o Partido Comunista pede ao primeiro-ministro que esclareça que informações teve da Segurança Social, quanto ao período a que se referia a dívida prescrita, e em que data exata foi efetuado o pagamento dessa mesma dívida.

FERNANDO VELUDO / Lusa

No documento, o Partido Comunista pede ao primeiro-ministro que esclareça que informações teve da Segurança Social, quanto ao período a que se referia a dívida prescrita, e em que data exata foi efetuado o pagamento dessa mesma dívida. 

Às primeiras perguntas feitas pelo PCP, Passos Coelho respondeu que nunca fez descontos enquanto trabalhador independente. 

O Partido Comunista pergunta agora se alguma vez o primeiro-ministro questionou se o montante em dívida correspondia realmente ao montante dos descontos que devia ter feito. Os comunistas perguntam ainda que entidades o remuneraram durante o período em que estava obrigado a efetuar os descontos em dívida.
  • José Eduardo dos Santos há 38 anos no poder
    2:42

    Mundo

    José Eduardo dos Santos foi o segundo Presidente com mais tempo de liderança a nível mundial, quase 38 anos. Este ano, anunciou que não voltaria a concorrer às eleições, mas mantêm-se, por enquanto, como presidente do MPLA. No dia em que os angolanos foram às urnas para escolher o seu sucessor, apresentamos a vida de José Eduardo dos Santos.

  • Novo SUV da Volkswagen produzido na Autoeuropa
    1:09

    Economia

    A Volkswagen apresentou esta quarta-feira o T-ROC, o novo SUV da marca alemã, que vai chegar ao mercado em novembro. O SUV, mais pequeno do que o habitual, está a ser produzido na Autoeuropa, em Portugal.