sicnot

Perfil

País

Violência doméstica foi o segundo crime mais comunicado à PSP em 2013

A violência doméstica foi o segundo crime mais comunicado à PSP em 2013, disse hoje o coordenador do Gabinete de Atendimento e Informação à Vítima (GAIV) da Maia, acrescentando que em 2015 já morreram seis mulheres por violência doméstica.

Arquivo

Arquivo

LUSA

À margem do seminário "Violência de Género: da denúncia à intervenção", que está hoje a decorrer no Auditório do Fórum da cidade da Maia, no distrito do Porto, o coordenador do GAIV da Maia e subcomissário Luís Barros adiantou à Lusa que têm sido registadas cada vez mais denúncias do crime público de violência doméstica, tendo em 2013 sido o "segundo crime mais comunicado às forças de segurança, logo atrás do furto de viaturas".

Em 2013, morreram 43 mulheres vítimas de violência doméstica e este ano de 2015 já se contabilizaram seis mortes de mulheres vítimas do mesmo crime, referiu Luís Barros, explicando que não tinha os dados de 2014.

O facto de haver cada mais denúncias de crimes de violência doméstica não significa, no entanto, que os casos se resolvam, pois muitas vezes a vítima faz a denúncia, mas, no decorrer do processo, "deixa de cooperar" e o processo é arquivado, conta o coordenador do GAIV da Maia.

As vítimas de violência doméstica costumam fazer as denúncias ainda "a quente", mas, muitas vezes deixam de cooperar, no decorrer do processo, porque "o agressor as ameaça e as pressiona", designadamente utilizando os filhos, que se transformam "num joguete" entre os progenitores, explica Luís Barros.

O Dispositivo da PSP do Comando Metropolitano do Porto, através da Divisão Policial da Maia, em conjunto com a Cruz Vermelha Portuguesa -- Delegação da Maia, realizou hoje um seminário subordinado ao tema "Violência de Género: da denúncia à intervenção" e um dos objetivos foi "chamar a atenção para a importância do trabalho em rede entre as várias instituições" que lidam todos os dias com a problemática da violência doméstica e, ao mesmo tempo, "sensibilizar os cidadãos para a importância da denúncia às autoridades".



Lusa
  • Cansada: uma canção pelas vítimas da violência doméstica
    4:43

    País

    "Cansada" é o título da nova canção-hino da Associação Portuguesa de Apoio à Vítima (APAV). Tem como tema o problema da violência doméstica e junta Aldina Duarte, Ana Bacalhau, Cuca Roseta, Gisela João, Manuela Azevedo, Marta Hugon, Rita Redshoes e Selma Uamusse.

  • Plataforma "Maria Capaz" lança vídeo contra a violência doméstica
    3:59

    País

    Uma plataforma na internet feita por dezenas de mulheres, que, nesta semana, deram início a uma campanha contra a violência doméstica. Chama-se "Maria Capaz" e foi uma ideia criada por duas caras da televisão, mas que pretende dar voz a outras mulheres. Lançam, agora, um vídeo contra a violência doméstica.

  • Temperaturas sobem no fim de semana, risco de incêndio aumenta
    1:08
  • Reveladas escutas telefónicas entre Sócrates e Ricardo Salgado
    2:39

    Operação Marquês

    Após ser detido em 2014, Ricardo Salgado recebeu uma chamada de José Sócrates a dar o seu apoio. Nas escutas é possível perceber que o antigo primeiro-ministro fala de admiração pelo ex-banqueiro, depois de Sócrates ter garantido, na semana passada na RTP, que a relação com Ricardo Salgado era apenas institucional. Noutra conversa de Sócrates, desta vez com o advogado Daniel Proença de Carvalho, o ex-primeiro-ministro criticou Marcelo Rebelo de Sousa, quando este ainda era comentador e tinha comentado a queda do BES.