sicnot

Perfil

País

Avó e neta detidas por burlarem idoso em mais de 5,3 milhões de euros em Lisboa

A Polícia Judiciária (PJ) deteve duas mulheres, avó e neta, de 72 e 30 anos, suspeitas de burlarem um idoso em mais de 5,3 milhões de euros, em Lisboa, com recurso a uma procuração falsa.

(Arquivo)

(Arquivo)

SIC

Em comunicado hoje divulgado, a PJ diz que uma investigação levada a efeito ao longo de oito meses indicia que as detidas "terão falsificado uma procuração que deu poderes a uma delas para movimentar várias contas bancárias e apólices de seguro, num valor superior a cinco milhões de euros".

A nota acrescenta que uma das detidas se aproveitou da proximidade da vítima, de 81 anos - entretanto falecida -- e que se encontrava em condições de saúde "extremamente débeis", para forjar o documento, baseado num falso consentimento do idoso.

"Na posse da procuração forjada, as detidas mobilizaram, para contas próprias, todos os valores que pertenciam ao legítimo proprietário, que, entretanto, faleceu", explica o comunicado.

Durante as buscas domiciliárias, a PJ apreendeu mais de um milhão de euros em dinheiro e duas viaturas de elevado valor.

No decurso da investigação, foram ainda constituídos outros três arguidos.

As duas mulheres, indiciadas pelos crimes de burla qualificada, falsificação de documentos e branqueamento de capitais, ficaram sujeitas à medida de coação de prisão preventiva, depois de presentes a primeiro interrogatório judicial.
  • Tomadas medidas para evitar danos ambientais após acidente na barra da Armona
    1:49

    País

    Quatro tripulantes foram transportados para o hospital com hipotermia, depois de terem caído ao mar. A embarcação onde seguiam, e que faz trabalhos de reposição de areias, virou-se esta manhã, na ilha da Armona, em Olhão. As autoridades vão abrir um inquérito para apurar as causas do acidente e estão a tomar medidas para evitar danos ambientais, visto que a embarcação transportava 12 mil litros de gasóleo.

  • Papa no Chile em ambiente de contestação à Igreja Católica
    3:13

    Mundo

    O Papa pediu hoje perdão pelos crimes de pedofilia cometidos por membros da Igreja Católica no Chile, referindo que sentiu "dor e vergonha" diante do "dano irreparável" causado às crianças vítimas de abuso sexual. Francisco está a cumprir uma deslocação de três dias ao Chile, onde a contestação à visita e à Igreja se faz sentir. O Papa enfrenta um ambiente hostil na sexta viagem à América Latina, devido à denúncia de abusos sexuais na Igreja.

  • Reviravolta na Operação Fizz
    1:09

    País

    O juiz que vai julgar o chamado processo da Operação Fizz decidiu aceitar as denúncias de Orlando Figueira contra o presidente do Banco Atlântico e o advogado Daniel Proença de Carvalho. As acusações do principal arguido contra o banqueiro Carlos Silva e o advogado Proença de Carvalho podem trazer uma reviravolta ao processo.

  • Apoio psicológico fundamental em Vila Nova da Rainha
    2:19
  • Projeto Bairros Sem Cárie levou 300 pessoas do Seixal ao dentista
    3:08

    País

    Portugal tem dos piores indicadores de saúde oral da Europa e ir ao dentista é quase um luxo. Num país assim ganham ainda mais relevância iniciativas como o projeto Bairros Sem Cárie. 300 pessoas de bairros sociais do Seixal tiveram uma consulta de estomatologia gratuita.

  • Homem rompe a garganta ao tentar impedir espirro

    Mundo

    Impedir um espirro apertando o nariz pode causar sérias lesões. Foi o que aconteceu a um homem na Grã-Bretanha que teve de ser hospitalizado porque sofreu uma rutura na garganta ao apertar boca e nariz ao espirrar.