sicnot

Perfil

País

Avó e neta detidas por burlarem idoso em mais de 5,3 milhões de euros em Lisboa

A Polícia Judiciária (PJ) deteve duas mulheres, avó e neta, de 72 e 30 anos, suspeitas de burlarem um idoso em mais de 5,3 milhões de euros, em Lisboa, com recurso a uma procuração falsa.

(Arquivo)

(Arquivo)

SIC

Em comunicado hoje divulgado, a PJ diz que uma investigação levada a efeito ao longo de oito meses indicia que as detidas "terão falsificado uma procuração que deu poderes a uma delas para movimentar várias contas bancárias e apólices de seguro, num valor superior a cinco milhões de euros".

A nota acrescenta que uma das detidas se aproveitou da proximidade da vítima, de 81 anos - entretanto falecida -- e que se encontrava em condições de saúde "extremamente débeis", para forjar o documento, baseado num falso consentimento do idoso.

"Na posse da procuração forjada, as detidas mobilizaram, para contas próprias, todos os valores que pertenciam ao legítimo proprietário, que, entretanto, faleceu", explica o comunicado.

Durante as buscas domiciliárias, a PJ apreendeu mais de um milhão de euros em dinheiro e duas viaturas de elevado valor.

No decurso da investigação, foram ainda constituídos outros três arguidos.

As duas mulheres, indiciadas pelos crimes de burla qualificada, falsificação de documentos e branqueamento de capitais, ficaram sujeitas à medida de coação de prisão preventiva, depois de presentes a primeiro interrogatório judicial.
  • "Os governos são diferentes mas o povo é o mesmo"
    0:45

    Economia

    O Presidente da República atribui o resultado do défice do ano passado ao espírito de sacrifício do povo português. Num jantar em Coimbra para assinalar o Dia do Estudante, Marcelo Rebelo de Sousa considerou ainda que o valor do défice de 2016 é a prova de que com governos diferentes conseguem-se os mesmos objetivos.

  • Recuo na saúde é primeira derrota de peso para Donald Trump
    1:18

    Mundo

    O Presidente norte-americano sofreu esta sexta-feira uma derrota de peso. O líder da Câmara dos Representantes retirou a proposta do plano de saúde de Trump, que se preparava para um chumbo na câmara baixa do Congresso. Para já, mantém-se o Obamacare.

  • Pai do piloto da Germanwings defende inocência do filho

    Mundo

    O pai de Andreas Lubitz declarou esta sexta-feira que o filho não é o responsável pelo embate do avião da Germanwings contra um local montanhoso, que fez 150 mortos. O Ministério Público alemão concluiu em janeiro que o incidente em 2015 foi apenas da responsabilidade do piloto.