sicnot

Perfil

País

Começa julgamento de agricultor acusado de tráfico e exploração de pessoas

Começa julgamento de agricultor acusado de tráfico e exploração de pessoas

Começou hoje a ser julgado o agricultor de Alfândega da Fé acusado de crimes de tráfico e exploração pessoas. De acordo com a acusação, o arguido angariava mão de obra para prestar serviços agrícolas a terceiros de quem recebia os pagamentos destinados aos trabalhadores.

  • Julgamento de agricultor acusado de tráfico de pessoas começa amanhã
    4:39

    País

    Começa amanhã a ser julgado o agricultor de Alfandega da Fé acusado de tráfico e exploração de cinco pessoas. Carlos Castilho foi detido em Junho do ano passado e mantém-se em prisão preventiva a aguardar julgamento. Os cinco crimes, de tráfico de pessoas, de que está acusado foram praticados entre 2008 e 2014. De acordo com a acusação, o arguido aliciou, explorou, mal tratou e condicionou a liberdade de cinco pessoas que tinha ao seu serviço sem lhes pagar qualquer salário. A SIC entrevistou um dos trabalhadores explorados.

  • Morreu o companheiro de Nelson Mandela

    Mundo

    Ahmed Kathrada, activista e ícone sul-africano que lutou ao lado de Mandela contra o "apartheid" morreu hoje aos 87 anos, informou a fundação de caridade Kathrada.

  • Mais de um milhão de crianças em risco de morrer à fome
    1:23
  • Vidas Suspensas: Delfim 353
    29:30
  • Esquerda contra a venda do Novo Banco
    1:51

    Economia

    O futuro do Novo Banco promete agitar a maioria de esquerda nas próximas semanas. O Bloco de Esquerda e o PCP estão contra os planos de privatização e insistem que a solução é nacionalizar o banco. O Bloco de Esquerda defende que privatizar 75% é o pior de dois mundos. Já o PCP diz que o banco deve ser integrado no setor público.

  • Identificadas 10 mil vítimas de violência em 2016
    1:32

    País

    Há cada vez mais homens e idosos a pedirem ajuda à Associação Portuguesa de Apoio à Vítima. Segundo o relatório anual da APAV conhecido esta segunda-feira, foram identificadas quase 10 mil vítimas de violência no ano passado. Cerca de 80% são mulheres casadas e com cerca de 50 anos.