sicnot

Perfil

País

Relação mantém prisão preventiva de Sócrates

O Tribunal da Relação de Lisboa confirmou hoje a prisão preventiva de José Sócrates. É mais uma derrota para a defesa do ex-primeiro-ministro, que vê assim rejeitado o seu recurso, depois de ontem o Supremo ter negado mais um pedido de libertação imediata.

© Hugo Correia / Reuters

A decisão foi tornada pública pelo juiz presidente do TRL, Vaz das Neves, que revelou que os dois juizes que analisaram o recurso entenderam manter a prisão preventiva por considerarem que se mantêm os fortes indícios dos crimes que são imputados a José Sócrates - fraude fiscal qualificada, corrupção e branqueamento de capitais - e de perigo de perturbação na recolha e conservação da prova.

Quando ao pressuposto de perigo de fuga, alegado pelo juiz Carlos Alexandre para determinar a prisão preventiva do ex-líder do PS, os juízes desembargadores consideraram não ser suficientemente forte para a aplicação da mais gravosa medida de coação.

O recurso da prisão preventiva chegou a 2 de fevereiro ao tribunal e teve como juiz relator Agostinho Torres, da 5ª secção criminal.

Ontem, o Supremo Tribunal de Justiça rejeitou um pedido de libertação imediata (habeas corpus) do ex-primeiro-ministro.

José Sócrates está detido no Estabelecimento Prisional de Évora desde novembro do ano passado, indiciado por fraude fiscal qualificada, corrupção e branqueamento de capitais. 


Com Lusa
  • Os grandes desafios de Rui Rio, segundo Poiares Maduro
    7:43

    O ex-ministro de Pedro Passos Coelho, Miguel Poiares Maduro, falou com a SIC sobre o que reserva o futuro para o PSD e quais serão os principais desafios na área económica para a liderança de Rui Rio. O défice, a descentralização, o próximo Orçamento do Estado e a eventualidade de um bloco central foram alguns dos temas da conversa. Uma entrevista transmitida esta quarta-feira, no programa Negócios da Semana.

  • Tiroteio na Florida foi o 18.º registado em meio escolar nos EUA desde janeiro
    1:25
  • Primeiro-ministro entrega veículos elétricos à Administração Pública
    1:46

    País

    O primeiro-ministro entregou esta terça-feira os primeiros 55 carros elétricos, de um total de 170, que vão ficar ao serviço de vários organismos da Administração Pública. António Costa e quatro ministros saíram da cerimónia, no Terminal de Cruzeiros em Lisboa, já ao volante das novas viaturas.

  • Quem é Elon Musk?
    9:42