sicnot

Perfil

País

Marinho e Pinto critica impedimento do seu partido concorrer às eleições na Madeira

Marinho e Pinto critica impedimento do seu partido concorrer às eleições na Madeira

O fundador do Partido Democrático Republicano criticou o Tribunal Constitucional por ter excluído o PDR das Eleições Legislativas da Madeira, que se realizam no próximo dia 29. Marinho e Pinto, antigo Bastonário da Ordem dos Advogados acusa o Constitucional de ter proferido uma decisão essencialmente política. O tribunal não admitiu a candidatura alegando que a criação do PDR ocorreu depois do Presidente da República ter fixado a data das eleições.

  • Num "parlamento faz de conta" ainda "não consegui fazer nada" do que havia prometido

    Mundo

    Foi a vitória mais surpreendente das últimas eleições europeias. Marinho e Pinto foi eleito eurodeputado mas - um mês depois da vitória, já anunciava a vontade de abandonar Bruxelas. Desvinculou-se do partido que o elegeu, o Partido da Terra, e é hoje independente. Em entrevista à SIC o ex-bastonário denuncia a falta de poder do Parlamento Europeu, critica os salários e privilégios dos eurodeputados e admite que ainda não fez nada do que prometeu na campanha.

  • Marinho e Pinto sugere revisão do sistema parlamentar
    1:03

    País

    António Marinho e Pinto sugeriu, esta tarde, uma revisão do sistema parlamentar em Portugal, com a criação de um senado em que nomes como Bagão Félix, Manuela Ferreira Leite ou Freitas do Amaral servissem para evitar impulsos maioritários. Foi esta proposta que o líder do Partido Democrático e Republicano levou ao Congresso Cidadania, Rutura e Utopia, na Fundação Calouste Gunbelkian, em Lisboa.

  • Protestos e violência no Rio de Janeiro
    1:08
  • Marcelo diz que a Europa precisa de paixão
    2:36
  • Porque é que Melania e Ivanka vestiram preto para conhecer o Papa

    Mundo

    Melania e Ivanka chegaram ao Vaticano de preto, uma escolha muito questionada. De vestidos longos e véus, as mulheres Trump seguiram assim o dress code aconselhado nas audiências com o Papa. Também Michelle Obama usou uma vestimenta do género, em 2009, quando visitou Bento XVI.