sicnot

Perfil

País

GNR detém no Algarve suspeito de furto escondido em jardim de moradia de férias

Um homem foi hoje detido por suspeitas de furto, depois de ter sido encontrado pela GNR, durante a madrugada, escondido no jardim de uma moradia de férias no Burgau, em Vila do Vispo. 

Em comunicado, a GNR adianta que se deslocou para o local após o alarme da moradia ter sido ativado, tendo encontrado sinais de arrombamento e, no jardim da casa, o homem, de 44 anos, que se encontrava escondido na vegetação.

Ao aperceber-se de que tinha sido visto pelos militares, o suspeito fugiu, atravessando jardins de outras casas, mas os militares conseguiram alcançá-lo, altura em que foram agredidos pelo homem, que lançou ainda gás pimenta contra um dos agentes.

Segundo o comando de Faro da GNR, apesar da "forte e continuada resistência", os militares controlaram o homem, que tinha consigo um par de luvas, uma lanterna, chaves de fendas e um berbequim, para além de duas latas de gás pimenta.

A GNR localizou ainda, junto à residência, uma mala de viagem com um martelo, binóculos, uma lanterna, duas facas de cozinha, garrafas de bebidas alcoólicas e vestuário diverso.

O detido, com antecedentes por furto, está a ser presente ao Departamento de Investigação e Ação Penal de Albufeira para aplicação de eventuais medidas de coação. 

Em Loulé, na tarde de sexta-feira, a GNR deteve também um homem de 35 anos suspeito de ter cometido dois furtos, em estabelecimentos comerciais de Almancil (Loulé) e Faro, durante aquela madrugada.

Os militares detetaram o homem, quando circulavam na Estrada Nacional 125, entre Almancil e Faro, ao volante de um veículo que constava como tendo sido furtado.

A GNR viria a intercetar o homem no Sítio do Troto (Almancil), tendo apreendido o carro que conduzia, que se verificou ter sido furtado há um mês, e material alegadamente resultante dos furtos, entre os quais computadores, um televisor e dois telemóveis.

O homem tinha também consigo um pé de cabra, lanternas, luvas, chaves-de-fendas, uma chave inglesa e um berbequim sem fios.

Residente em Almancil e com antecedentes pelo mesmo tipo de crime, o homem está durante a tarde a ser presente ao Departamento de Investigação e Ação Penal (DIAP) do Ministério Público de Vila Real de Santo António. 

Lusa
  • Não houve negligência médica no caso do jovem que morreu em São José
    2:33

    País

    Afinal, não houve negligência médica no caso do jovem que morreu há cerca de um ano no Hospital de São José, vítima de um aneurisma. Esta é a conclusão da Ordem dos Médicos e dos peritos do Instituto de Medicina Legal. Segundo o jornal Expresso, todos os relatórios relatórios pedidos pelo Ministério Público e pelo Centro Hospitalar de Lisboa Central dizem que o corpo clínico do hospital não teve responsabilidades na morte de David Duarte.

  • Jovens estariam de fones e poderão não ter ouvido comboio a aproximar-se
    1:47

    País

    As adolescentes, de 13 e 14 anos, encontradas mortas junto à linha do norte perto de Coimbra podem não ter ouvido a aproximação do comboio, uma vez que estariam de auriculares. Os corpos só foram descobertos 36 horas depois do desaparecimento das jovens, aparentemente vítimas de um descuido fatal.

  • Patti Smith engana-se na música de Bob Dylan durante cerimónia dos Nobel
    1:49

    Mundo

    Os prémios Nobel deste ano já foram entregues. Bob Dylan não compareceu à entrega do galardão da Literatura e fez-se representar pela amiga Patti Smith, que teve um bloqueio enquanto cantava "A Hard Rain's A-Gonna Fall" do músico. O Presidente da Colômbia Juan Manuel dos Santos foi distinguido com o Nobel da paz pelo acordo que alcançou com as Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia.

  • CIA acredita que Trump foi ajudado por piratas informáticos russos
    1:24

    Eleições EUA 2016

    As eleições nos Estados Unidos da América já terminaram e o Presidente está eleito. Contudo, Barack Obama quer saber se os russos tentaram mesmo influenciar o voto e ao mesmo tempo perceber o que os serviços secretos aprenderam com todas as fugas de informação durante a campanha. Já a CIA diz não ter dúvidas: para os serviços secretos norte-americanos, Donald Trump foi ajudado por piratas informáticos.