sicnot

Perfil

País

Militares da GNR agredidos ao impedir festa num bairro de Cascais

Dois militares da GNR de Alcabideche, em Cascais, foram agredidos esta madrugada por um grupo que participava numa festa no Bairro da Cruz Vermelha, tendo sido transportados para o hospital, disse à Lusa fonte da GNR.

Arquivo

Arquivo

De acordo com fonte do comando geral da GNR, o alerta foi dado cerca da 01:30 de hoje, por um vizinho que se queixou do barulho que estaria a decorrer numa festa.

"Os militares de Alcabideche foram ao local para controlar a situação e depressa começaram a ser agredidos por pessoas que estavam nessa festa", relatou.

Na sequência das agressões, dois elementos ficaram "com várias lesões por todo o corpo, sobretudo na cabeça", tendo sido transportados para o Hospital de Cascais.

De acordo com a GNR, ao meio-dia os elementos ainda estavam no hospital em observação.

Os agressores, segundo a mesma fonte, puseram-se em fuga e não estão ainda identificados.

"Só quando falarmos com os militares agredidos é que teremos mais informações sobre os suspeitos", concluiu.


Lusa
  • Reclusos que fugiram de Caxias tiveram cúmplices
    1:59

    País

    Uma falha de Portugal poderá explicar a libertação de um dos dois chilenos que fugiram de Caxias e foram apanhados em Espanha. As autoridades portuguesas atrasaram-se a enviar o mandado de detenção e a polícia espanhola libertou o fugitivo. Na investigação da fuga, acredita-se que os 3 reclusos tiveram cúmplices e a namorada de um deles já foi interrogada.

  • Jovem indiano acorda a caminho do próprio funeral

    Mundo

    Um jovem indiano chocou os seus parente e amigos, depois de acordar no caminho para o seu próprio funeral. No mês antes, Kumar Marewad foi levado para o hospital após ser mordido por um cão de rua, ficando em estado grave.

  • Bilhete de desculpas valeu uma bolsa de estudo

    Mundo

    Um jovem chinês ganhou uma bolsa de estudos no valor de 10 mil yuan (cerca de 1.380 euros), depois de danificar acidentalmente um carro de luxo. Isto, porque após os estragos, o jovem deixou um bilhete de desculpas ao dono, assim como todo o dinheiro que tinha com ele, como compensação.