sicnot

Perfil

País

Passos encontra-se hoje com o imperador e o primeiro-ministro do Japão

O primeiro-ministro, Pedro Passos Coelho, encontra-se hoje em Tóquio com o imperador e o primeiro-ministro do Japão, num dia também dedicado aos objetivos de captação de investimento da visita.

MIGUEL A. LOPES/ LUSA

O segundo de três dias de visita oficial ao Japão é aquele que tem a agenda mais preenchida, iniciando-se às 08:00 locais (menos nove horas em Lisboa) com um pequeno-almoço de trabalho na Keudanren, a associação empresarial japonesa.

Ainda no capítulo da captação de investimento, Passos Coelho encontrar-se-á com o presidente da Jetro, a congénere japonesa da AICEP, a agência para o investimento, estando prevista a assinatura de um acordo de cooperação entre as duas entidades.

O primeiro-ministro assumiu na quinta-feira que a visita pretende explorar as potencialidades económicas do relacionamento entre os dois países, que comemorou recentemente os 470 anos de relações diplomáticas. 

"Fomos das primeiras economias da Europa a registar algumas parcerias com empresas japonesas, mas também é verdade que nas últimas dezenas de anos, em que estivemos mais voltados para os mercados europeus, acabámos por perder um bocadinho esse balanço. Acho que estamos em altura de o retomar", afirmou Pedro Passos Coelho aos jornalistas na quinta-feira.

Na primeira visita de um chefe de Governo português ao Japão nos últimos 25 anos, o primeiro-ministro português encontra-se com o imperador no Palácio Imperial de Tóquio, e é recebido pelo primeiro-ministro japonês.

O programa do segundo dia de visita inclui ainda encontros do primeiro-ministro com responsáveis da Associação Luso-Nipónica, e do grupo parlamentar de amizade Portugal-Japão.

A visita de Passos Coelho ao Japão é a reposta a um convite feito em Lisboa no ano passado pelo primeiro-ministro japonês, Shinzo Abe, na primeira ocasião em que um líder de executivo nipónico se deslocou a Portugal.

Acompanham o primeiro-ministro na viagem, o ministro de Estado e dos Negócios Estrangeiros, Rui Machete, o ministro da Economia, António Pires de Lima, o ministro do Ambiente, Ordenamento do Território e Energia, Jorge Moreira da Silva, e o secretário de Estado da Energia, Artur Trindade.


Lusa

  • Passos explica porque se irritou com Costa
    0:42

    Economia

    Depois das imagens em que surgiu visivelmente irritado com António Costa, no último debate quinzenal, Passos Coelho veio agora explicar porquê. Na discussão com o primeiro-ministro, o líder do PSD não gostou que Costa tivesse insinuado que a fuga de 10 mil milhões de euros para offshores tenha ocorrido por inação do Governo anterior.

  • Ferro Rodrigues desvaloriza críticas do CDS
    3:24

    Caso CGD

    Marcelo Rebelo de Sousa fez questão de receber em público Ferro Rodrigues antes de um almoço com o presidente da Assembleia da República. O Presidente também recebeu a representante do CDS-PP, Assunção Cristas, que foi apresentar queixa de Ferro Rodrigues e da maioria de esqueda em relação à comissão de inquérito da Caixa Geral de Depósitos. Ferro Rodrigues desvalorizou as críticas.

  • Luaty Beirão agredido em manifestação em Luanda
    1:27

    Mundo

    Luanda tem sido palco de várias manifestações contra a forma como está a decorrer o processo eleitoral em Angola. Esta sexta-feira, uma dessas manifestações acabou em confrontos com as autoridades. Entre os manifestantes estava o ativista Luaty Beirão.

  • Regime de Pyongyang nega envolvimento na morte de Kim Jong-nam 
    1:53

    Mundo

    A polícia da Malásia diz que o irmão do líder da Coreia do Norte foi morto com uma arma química. Os investigadores encontraram vestígios de gás VX no corpo de Kim Jong-nam, um gás letal proibido pelas convenções internacionais. O Governo da Coreia do Sul pediu esta sexta-feira ao regime de Pyongyang que admita que está por detrás da morte de Kim Jong-nam mas o mesmo já veio negar o envolvimento no assassinato.