sicnot

Perfil

País

PSD conquista a 11ª maioria absoluta na Madeira

O PSD conquistou este domingo a sua 11.ª maioria absoluta consecutiva nas eleições legislativas regionais da Madeira, as primeiras sem Alberto João Jardim.

O PSD/Madeira, liderado por Miguel Albuquerque, alcançou 44,33% dos votos e 24 dos 47 deputados eleitos, menos um do que nas últimas eleições.

O PSD/Madeira, liderado por Miguel Albuquerque, alcançou 44,33% dos votos e 24 dos 47 deputados eleitos, menos um do que nas últimas eleições.

HOMEM DE GOUVEIA / Lusa

O PSD/Madeira, liderado por Miguel Albuquerque, alcançou 44,33% dos votos e 24 dos 47 deputados eleitos, menos um do que nas últimas eleições.

Na segunda posição ficou o CDS-PP, com 13,69% e 7 mandatos, seguido pela coligação Mudança, liderada pelo PS, com 11,41% e 6 mandatos.

Na quarta posição, surge o movimento Juntos Pelo Povo, com 10,34% e 5 mandatos, seguido pela CDU, com 5,54% e 2 mandatos. Depois, o Bloco de Esquerda, com 3,80% das intenções de voto e também 2 mandatos, e o Partido Nova Democracia, com 2,05% e um deputado eleito.

No oitavo lugar, e já sem qualquer mandato, o PCTP/MRPP, com 1,69%, seguido pelo Movimento Alternativa Socialista, com 1,34%. Nas últimas duas posições, ficaram o PNR, com 0,82%, e a Plataforma de Cidadãos, com 0,71%.

A abstenção ficou nos 50,28%.
  • CDS mantém-se como segunda força política na Madeira
    1:03

    País

    O líder do CDS-PP na Madeira reconhece que falhou o objetivo de retirar a maioria absoluta ao PSD local. José Manuel Rodrigues realça, no entanto, que, apesar de ter perdido votos, o CDS conseguiu manter-se como a segunda força política no arquipélago.

  • "A renovação efetuada deu os seus frutos"
    1:34

    País

    Miguel Albuquerque conseguiu a vitória com maioria absoluta nas eleições da Madeira, realizadas este domingo. O novo presidente do Governo regional da Madeira diz que esta foi a vitória da renovação que os eleitores perceberam e insistiu que é um novo ciclo que quer liderar, rejeitando uma política de populismos extremistas.

  • Movimento Juntos Pelo Povo foi a surpresa da noite eleitoral na Madeira
    1:49

    País

    A noite eleitoral na Madeira gerou algumas surpresas. A CDU obteve um resultado histórico e ficou a apenas 5 votos de eleger o 3º deputado. O Bloco de Esquerda (BE) regressou ao Parlamento madeirense e com 2 mandatos. A Nova Democracia (PND) manteve o deputado que já tinha. O grande destaque vai para o Partido Juntos pelo Povo (JPP), que se estreou nas eleições deste domingo e obteve um resultado surpreendente, tornando-se na 4ª força política da Madeira. Pelo JPP falou Élvio Sousa, pela CDU discursou Edgar Silva, pelo BE interveio Roberto Almada e pelo PND falou Gil Canha.

  • Miguel Albuquerque quer diálogo firme com a República
    1:40

    País

    Miguel Albuquerque ganhou as eleições regionais da Madeira com maioria absoluta. O novo presidente do Governo regional prometeu um diálogo firme com a República e diz que a Madeira é uma parte de Portugal que não pode ser descriminada. Albuquerque disse ainda que conta com todas as forças polticas para iniciar um novo ciclo no arquipélago.

  • O afastamento político e pessoal de Jardim e Albuquerque
    3:11

    País

    As eleições regionais da Madeira marcam em definitivo o adeus de Alberto João Jardim ao Governo a que presidiu durante quase 40 anos. O sucessor que se perfila para a Quinta Vigia foi outrora apontado como delfim do presidente do Governo regional. O afastamento político dos dois homens tornou-se também num afastamento pessoal e Jardim nunca perdoou a Albuquerque ter sido o primeiro e único militante do PSD-Madeira a desafiá-lo, em eleições internas.

  • Líder do PS-Madeira apresenta demissão
    1:17

    País

    O líder do PS-Madeira apresentou a demissão, perante a derrota da Coligação Mudança nas eleições regionais na Madeira. Com muitas críticas aos partidos que não quiseram integrar a coligação, Victor Freitas disse, no entanto, que, como rosto da candidatura, assume a responsabilidade pelo resultado.

  • PS reconhece derrota na Madeira mas retira significado nacional
    0:41

    País

    O Partido Socialista reconheceu a derrota na Madeira, mas recusou fazer qualquer tipo de leitura em termos nacionais. O porta-voz do Secretariado Nacional, Porfírio Silva, disse, aliás, acreditar que, na região autonóma, será possível agora haver mais e melhores entendimentos partidários com Miguel Albuquerque.

  • O perfil de Miguel Albuquerque
    2:25

    País

    Miguel Albuquerque é mais conhecido por ter sido durante quase 20 anos presidente da Câmara do Funchal. O homem que sucede a Alberto João Jardim sempre foi considerado como um dos críticos do líder do PSD-Madeira.

  • Bomba encontrada na Nazaré pode ter sido largada durante 2.ª Guerra Mundial
    2:26

    País

    A bomba que esta segunda-feira veio nas redes de um arrastão na Nazaré já foi detonada. O engenho explosivo foi identificado como uma bomba de avião por especialistas da Marinha, que eliminaram também o perigo equivalente a 600 quilogramas de TNT. A bomba sem qualquer inscrição tinha um desgaste evidente e, segundo a Marinha, pode ter sido largada de um avião durante a 2.ª Guerra Mundial.

  • Derrocada de muro em Lisboa obriga à retirada de 40 pessoas de 5 prédios
    2:14

    País

    Os moradores de três prédios de Lisboa não podem regressar tão cedo a casa. Durante a madrugada, a derrocada de um muro obrigou à retirada de 40 pessoas de cinco edifícios. Um dos inquilinos sofreu ferimentos ligeiros. Entretanto, a maioria dos residentes já foi realojada em casas de familiares e num hotel.

  • "Geringonça" elogiada na Europa e EUA
    4:22

    País

    Num momento em que por cá se fala de claustrofobia democrática, a Europa e os Estados Unidos desdobram-se em elogios ao sucesso da maioria de Esquerda em Portugal. A palavra "geringonça" já tem até tradução em várias línguas.

  • ONU estima que mais 750 mil civis estejam em risco na cidade de Mossul
    1:39

    Mundo

    As Nações Unidas estimam que mais 750 mil civis estejam em risco na zona ocidental de Mossul, no Iraque. Mais de 10 mil pessoas fugiram da zona ocidental da cidade nos últimos quatro dias. Enquanto a população tenta escapar ao fogo cruzado, as forças iraquianas avançam sobre a cidade ainda controlada pelo Daesh.