sicnot

Perfil

País

Duarte Cordeiro é o novo vice-presidente da Câmara de Lisboa

O vereador da Higiene Urbana e Estruturas de Proximidade da Câmara de Lisboa, Duarte Cordeiro (PS), vai suceder a Fernando Medina na vice-presidência do município, disse hoje à agência Lusa fonte oficial da autarquia.

De acordo com a mesma fonte, João Paulo Saraiva -- do movimento Cidadãos por Lisboa (eleito nas lista socialista) -- assume a pasta das Finanças, pelouro que era assumido por Fernando Medina, que tomou, na segunda-feira, posse como presidente da Câmara de Lisboa.

Fernando Medina sucedeu a António Costa à frente da Câmara de Lisboa, que deixou o cargo para se concentrar na sua candidatura a primeiro-ministro.

Medina era, desde as eleições autárquicas de 2013, vice-presidente da Câmara e responsável pelas pastas das Finanças, dos Recursos Humanos e do Turismo.

Com a entrada de João Paulo Saraiva, o executivo municipal -- de maioria socialista -- passa a contar com três vereadores do movimento Cidadãos por Lisboa, incluindo o vereador dos Direitos Sociais, João Afonso, e a vereadora da Habitação e Desenvolvimento Local, Paula Marques.

A Câmara é ainda composta por seis vereadores do PS (aos quais acresce o presidente e o vice-presidente), três do PSD, dois do PCP e um do CDS-PP.

O movimento Cidadãos por Lisboa é liderado por Helena Roseta, presidente da Assembleia Municipal de Lisboa
  • ANACOM apresenta recomendações para melhorar redes de telecomunicações
    1:17

    País

    A ANACOM entregou um conjunto de recomendações ao Governo, Parlamento, municípios e operadores de telecomunicações. A autoridade reguladora em Portugal das comunicações eletrónicas propõe que os cabos aéreos de telecomunicações sejam substituídos por cabos subterrâneos, entre outras coisas. O objetivo é impedir que as redes fiquem em baixo perante incêndios ou outras catástrofes.

  • Ministra do Mar não aceita suspensão da pesca da sardinha
    2:39

    Economia

    O organismo científico que aconselha a Comissão Europeia em matéria de pescas recomendou esta sexta-feira que Portugal e Espanha não pesquem sardinha no próximo ano. A Ministra do Mar não aceita esta recomendação de capturas zero e vai propor uma redução do limite de capturas de sardinha das 17 mil toneladas deste ano para cerca de 14 mil em 2018.

  • Atividade económica regista crescimento

    Economia

    A atividade económica portuguesa está a crescer ao maior ritmo dos últimos 17 anos. O crescimento registado em setembro é o mais elevado desde janeiro de 2000. Já o consumo privado registou uma diminuição face a agosto.

    SIC