sicnot

Perfil

País

Seguradora Axa vai avançar com despedimento de 67 trabalhadores

A companhia de seguros Axa Portugal avançou com um despedimento coletivo de 67 pessoas, estando neste momento a decorrer reuniões em vários pontos do país para ser comunicada a decisão da seguradora, disse esta terça-feira fonte sindical.

O presidente do Sindicato dos Trabalhadores da Atividade Seguradora (STAE), Carlos Marques, afirmou que a Axa Portugal tomou esta decisão devido ao "encerramento de balcões, supressão de postos de trabalho únicos e uma avaliação de desempenho negativa" de vários funcionários. (Arquivo)

O presidente do Sindicato dos Trabalhadores da Atividade Seguradora (STAE), Carlos Marques, afirmou que a Axa Portugal tomou esta decisão devido ao "encerramento de balcões, supressão de postos de trabalho únicos e uma avaliação de desempenho negativa" de vários funcionários. (Arquivo)

© Mick Tsikas / Reuters

O presidente do Sindicato dos Trabalhadores da Atividade Seguradora (STAE), Carlos Marques, afirmou que a Axa Portugal tomou esta decisão devido ao "encerramento de balcões, supressão de postos de trabalho únicos e uma avaliação de desempenho negativa" de vários funcionários.

Segundo o líder sindical, "estão a decorrer neste momento várias reuniões coletivas em que está a ser proposto aos trabalhadores abrangidos pelo despedimento coletivo um documento para assinar", sendo que Carlos Marques está a aconselhar os funcionários a não assinarem e a pedirem apoio jurídico ao STAE.

Para Carlos Marques, esta é "uma situação muito rara nos seguros e com contornos muito inusitados", uma vez que, a acontecer o despedimento coletivo, será o primeiro no setor. 

"Houve já, ao longo dos anos, várias situações de ameaça de despedimento coletivo mas nunca se chegaram a concretizar, havendo sempre uma solução pacífica para ambos", adiantou.

Em tom de lamentação, o líder sindical disse que "não é admissível esta forma de atuar, sendo que, no setor, existe uma certa paz social".
Lusa
  • O perfil do homicida de Barcelos
    2:42

    País

    Adelino Gomes Briote já tinha sido condenado por ofensas à integridade física da sogra e de uma filha. Em seis meses esta foi a segunda vez que o homem acusado do quádruplo homicídio em Barcelos esteve perante a justiça.

  • "Um Lugar ao Sol"
    17:05
  • Trump diz que Obamacare vai "colapsar"

    Mundo

    O Presidente norte-americano tentou desvalorizar a derrota política sofrida na sexta-feira no Congresso, ao desistir da revogação da lei de saúde pública do seu antecessor, conhecida como Obamacare, afirmando que esta vai colapsar por si mesma.

  • Milhares nas cerimónias fúnebres de dirigente do Hamas

    Mundo

    Milhares de palestinianos participaram nas cerimónias fúnebres de um dirigente do Hamas, assassinado esta sexta-feira, na Faixa de Gaza. Vários homens armados acompanharam o cortejo fúnebre até à mesquita, onde se fizeram as últimas orações.

  • Guerra na Síria não dá tréguas
    1:51

    Mundo

    Na Síria e ao mesmo tempo que decorrem novas negociações de paz, a guerra não dá tréguas. As imagens mostram o resultados dos últimos raides aéreos nos subúrbios de Damasco. O balanço provisório é de mais de 30 mortos e pelo menos 50 feridos.