sicnot

Perfil

País

Linha do Sono recebeu mais de mil chamadas no primeiro mês

A Linha do Sono recebeu, no primeiro mês de funcionamento, mais de 1000 chamadas telefónicas de pessoas a pedir ajuda para dormir mais e melhor, indicou hoje a promotora da iniciativa.

(Reuters/Arquivo)

(Reuters/Arquivo)

© Jason Lee / Reuters

Lançada no Dia Mundial do Sono, a 13 de março, a Linha do Sono (707 100 015) funciona todos os dias úteis, entre as 11:30 e as 16:30, com o apoio de dois psicólogos especializados, numa iniciativa da Oficina de Psicologia.

Um mês após o lançamento, a Linha do Sono recebeu uma média de 50 chamadas por dia, sendo muito semelhante a percentagem de homens e mulheres que pedem ajudar, 51 por cento e 49 por cento respetivamente, adianta uma nota da Oficina de Psicologia.

Segundo os promotores da iniciativa, a média de idades das pessoas que recorrem à linha de apoio ronda os 59 anos e 74% das chamadas são motivadas por problemas de insónias, como dificuldade em conciliar no sono ou em se manter em dormir, ou mesmo um sono que não é reparador.

Nestes casos, equipa de psicólogos do outro lado da linha presta aconselhamento, sugerindo procedimentos de rotina para um sono tranquilo.

A oficina de Psicologia refere que 26% das pessoas que telefonam para esta linha aparentam estar a ter dificuldades com o sono devido a problemas médicos ou outras perturbações, aconselhando os especialistas a procurarem ajuda médica. 

A todas as pessoas que recorrerem à Linha do Sono é oferecido um pequeno guia com sugestões relativamente aos bons hábitos de sono e que, implementados, podem contribuir para uma melhoria significativa de problemas de insónias.

A Linha do Sono foi criada com o intuito de dar resposta às necessidades sentidas pelos portugueses depois de uma noite mal dormida, identificar possíveis causas e, ao mesmo tempo, sugerir procedimentos de rotina para um sono tranquilo.







Lusa
  • As vantagens de comprar online
    8:03
  • Suspeito de homicídio à porta do Luanda foi ouvido em tribunal e ficou em preventiva
    1:36

    País

    O suspeito de ser o autor dos disparos que mataram um jovem junto à discoteca Luanda foi ouvido em tribunal e ficou em prisão preventiva. Segundo a investigação, tudo terá começado com um mero desacato, ainda dentro da discoteca, onde a vítima e o detido foram filmados a discutir. O homem de 23 anos está indiciado por dois crimes de homicídio, um na forma tentada.

  • Filho de Trump critica mayor de Londres por palavras de 2016

    Ataque em Londres

    Donald Trump Júnior criticou o presidente da Câmara de Londres logo a seguir ao ataque de quarta-feira que fez três mortos e mais de 40 feridos. O filho de Presidente publicou no Twitter uma reação a uma declaração de Sadiq Khan de setembro de 2016. Para o Presidente dos EUA, o ataque em Londres é "uma grande notícia".

  • Marcelo reuniu-se com líderes europeus para falar do futuro da UE
    2:31

    País

    Marcelo Rebelo de Sousa esteve esta quarta-feira em Bruxelas e participou numa homenagem às vítimas do atentado em Bruxelas, onde colocou uma coroa de flores junto ao monumento.O Presidente da República esteve também reunido com os líderes das principais instituições europeias para falar sobre o futuro da UE.