sicnot

Perfil

País

PJ deteve quatro pessoas ligadas ao ramo farmacêutico por burla ao SNS

A Polícia Judiciária anunciou hoje a detenção de quatro pessoas com ligações ao ramo farmacêutico por burla ao Estado e falsificação de receituário, no âmbito de uma investigação de fraudes ao Serviço Nacional de Saúde (SNS).

No âmbito de um inquérito dirigido pelo Departamento de Investigação e Ação Penal (DIAP) de Lisboa e relacionado com a investigação de fraudes ao SNS, a Unidade Nacional de Combate à Corrupção (UNCC) da PJ deteve dois homens, de 62 e 31 anos, e duas mulheres, de 50 e 56 anos, pelos crimes de falsificação de documento agravada e burla qualificada, adianta a PJ em comunicado. 

A Polícia Judiciária conseguiu averiguar "um esquema fraudulento executado por pessoas com ligações ao ramo farmacêutico, que terão obtido lucros ilícitos através da apresentação em farmácias de receituário contrafeito referente a medicamentos com elevada taxa de comparticipação".

Durante a investigação, que contou com a colaboração do Ministério da Saúde, foi também apreendido receituário, medicamentos, dinheiro em numerário, armas e munições, bem como material informático e de comunicações, refere a PJ.

Os quatro detidos foram presentes a tribunal, ficando um deles em prisão preventiva e os restantes sujeitos a medidas de coação de inibição de exercício de funções e caução, para além do termo de identidade e residência.

A PJ indica ainda que a investigação vai continuar para determinar todas as condutas criminosas e o seu alcance, bem como o prejuízo total causado ao Estado português através de comparticipações obtidas fraudulentamente do SNS e às farmácias que se encontram lesadas.

  • Deputado do PS abandona partido e pode colocar em causa maioria parlamentar
    2:28

    País

    Domingos Pereira foi eleito pelo círculo de Braga. Agora, vai demitir-se do Partido Socialista e entregar o cartão de militante. Contudo, mantém-se no Parlamento, passando assim a deputado independente na Assembleia da República. Pode estar em causa a maioria parlamentar quando o PCP se abstiver.

    Notícia SIC

  • Pedro Dias recusou mostrar caligrafia
    2:29

    País

    Pedro Dias forneceu esta segunda-feira ADN aos peritos do laboratório da polícia científica. O suspeito dos crimes de Aguiar da Beira também foi intimado a entregar amostras da própria caligrafia, mas recusou fazê-lo.

  • Autoridades italianas prosseguem buscas por desaparecidos em avalancha
    0:54
  • "O México não acredita em muros"
    0:45

    Mundo

    Em resposta a Donald Trump, o Presidente mexicano diz que o país não acredita em muros, mas em pontes. Enrique Peña Nieto diz ainda que o México vai procurar dialogar com os Estados Unidos sem confrontos, mas também sem submissão.

  • Carolina do Mónaco celebra o 60.º aniversário
    2:13

    Mundo

    Carolina do Mónaco celebra esta segunda-feira o 60.º aniversário. Em 60 anos, foi criança mediática, jovem rebelde e, agora, matriarca sem ser rainha. Carolina do Mónaco nunca saiu das revistas, por ser filha de Grace Kelly e Rainier do Mónaco, por ter somado namorados pouco recomendáveis para princesas, por ter perdido o pai dos seus filhos num terrível acidente.

  • Ator morre baleado durante gravações de videoclip na Austrália

    Mundo

    Um ator morreu depois de ter sido baleado durante as gravações de um videoclip da banda Bliss n Eso, na cidade australiana de Brisbane. A vítima foi identificada como Johann Ofner, de 28 anos. O homem chegou a receber a ser socorrido, mas não resistiu aos ferimentos.