sicnot

Perfil

País

Trabalhadores portugueses notificados da redução de efetivos na base das Lajes

Os trabalhadores portugueses da base das Lajes, nos Açores, foram oficialmente notificados da intenção dos Estados Unidos da América de reduzir o efetivo militar e civil na infraestrutura na segunda-feira, segundo os trabalhadores.

(AP/ Arquivo)

(AP/ Arquivo)

LIONEL CIRONNEAU / AP

"A comissão de trabalhadores recebeu uma notificação oficial do Governo norte-americano para avançar com a redução", adiantou hoje, em declarações à Lusa o presidente da Comissão Representativa dos Trabalhadores portugueses na base (CRT), Bruno Nogueira.

A notificação foi entregue na segunda-feira à noite e hoje de manhã a comissão esteve reunida com o comando norte-americano na base. 

O representante dos trabalhadores não divulgou o conteúdo do memorando, mas adiantou que foi comunicado pouco mais do que a intenção de redução.

A CRT defende que a redução deve passar em primeiro lugar pela aceitação da rescisão por mútuo acordo com os trabalhadores interessados, mas, de acordo com Bruno Nogueira, "isso ainda não está acautelado e não é dado como garantia por ninguém". 

Segundo o responsável, o número de postos a extinguir apresentado no documento continua a não ser claro, porque indica postos já extintos, mas pelas contas anteriores da Comissão Representativa dos Trabalhadores deverão ficar na base das Lajes apenas 380 dos cerca de 800 civis portugueses, o que deverá levar ao despedimento de 420 aproximadamente. 

O resultado de um inquérito realizado pelos norte-americanos sobre a intenção de rescisão por mútuo acordo com direito a indemnização, a que responderam mais de 90% dos trabalhadores portugueses, indica que 412 funcionários estão dispostos a cessar o contrato de forma voluntária e 125 estão indecisos. 

No entanto, para o presidente da CRT, estes números são "meramente indicativos" e podem "não refletir a realidade", tendo em conta que o inquérito era uma apenas "auscultação informativa não vinculativa".

"Se isso fosse garantido podia ser um passo positivo, mas não é um dado assente", frisou, alegando que muitos trabalhadores responderam "à vontade", porque sabiam que não tinham de tomar uma decisão definitiva. 

Na última reunião da Comissão Bilateral Permanente entre Portugal e os Estados Unidos, que decorreu em Lisboa, a 11 de fevereiro, foi decidido que seria realizada uma reunião extraordinária, em Washington, para tratar exclusivamente da redução na base das Lajes, com ênfase para as questões laborais.

Bruno Nogueira disse que os trabalhadores esperavam que a redução avançasse não tão cedo, mas antes da nova reunião da comissão bilateral, na qual não tinham "grandes expetativas". 

A CRT tem agora 30 dias para se pronunciar sobre esta decisão, por isso vai tentar perceber se houve "desenvolvimentos" no processo negocial e tomar uma posição.

O comando norte-americano na base das Lajes deverá também promover três sessões de esclarecimento para os trabalhadores portugueses. 

Lusa

  • Relatório pedido pelo Governo PSD-CDS já apontava falhas no SIRESP
    2:26
  • Proteção Civil aponta falhas do SIRESP, operadora diz que esteve à altura do fogo
    4:22
  • Temer pode cair menos de um ano depois da queda de Dilma
    3:06
  • Imagens do resgate de crianças feridas num bombardeamento na Síria
    2:00

    Mundo

    Os Estados Unidos acusam o regime sírio de estar a preparar um novo ataque químico e avisam Bashar al-Assad que vai pagar caro se o concretizar. No terreno, os ataques aéreos continuam a fazer vítimas civis. Da periferia de Damasco chegam imagens dramáticas do resgate de duas crianças feridas num bombardeamento.

  • Mulher atira moedas para o motor do avião por superstição

    Mundo

    As superstições levam as pessoas a fazer coisas bizarras e até, mesmo, perigosas. Este foi o caso de uma mulher chinesa que decidiu atirar moedas para o motor de um avião, para garantir boa sorte na viagem, que estava prestes a fazer. Contudo, a ação obrigou ao atraso do voo que partia de Xangai, numa companhia aérea chinesa.

  • Modelo italiana atacada com ácido volta ao trabalho

    Mundo

    Gessica Notaro, antiga concorrente do concurso Miss Itália, já regressou ao trabalho como treinadora de leões marinhos, cinco meses depois de ter sido atacada com ácido, alegadamento pelo ex-namorado, Jorge Edson Tavares. Gessica Notaro diz que quer inspirar e encorajar outras mulheres a lutar contra o assédio e o bullying nas relações.

  • Quem é a mulher que diz ser filha de Salvador Dalí

    Cultura

    Maria Pilar Abel Martínez nasceu em 1956 e será o alegado fruto de um caso entre a sua mãe e Salvador Dalí. Um tribunal de Madrid ordenou a exumação do cadáver do pintor e a obtenção de amostras, de modo a determinar se a mulher espanhola é mesmo filha de Dalí.