sicnot

Perfil

País

Quatro detidos e 22 quilogramas de heroína apreendidos pela PSP na zona de Lisboa

A polícia anunciou hoje a detenção de quatro homens e a apreensão de cerca de 22 quilogramas de heroína, avaliados em 700.000 euros, que seriam para venda na Área Metropolitana de Lisboa, e de quase 98.000 euros em dinheiro.

Arquivo LUSA

A investigação, levada a cabo pela Divisão Policial de Loures, durante cerca de um ano, permitiu deter esta semana os quatro elementos, com idades entre os 49 e os 62 anos, suspeitos da prática do crime de tráfico de estupefaciente na zona do Seixal, Odivelas, Amadora e Sintra.

"Pensamos ter detido os responsáveis pela introdução e venda direta do produto estupefaciente nesses concelhos da Área Metropolitana de Lisboa e, desse ponto de vista, esta rede estará desmantelada", explicou o subintendente Resende da Silva, comandante da Divisão Policial de Loures, em conferência de imprensa no Comando Metropolitano de Lisboa (Cometlis) da PSP, em Moscavide.

A heroína apreendida daria para 221.650 doses individuais, as quais, segundo o oficial, terá um valor de mercado, "numa avaliação feita por baixo, a rondar os 700.000 euros", sendo uma das maiores apreensões de heroína efetuada na área do Cometlis.

"Esta apreensão tem muita importância e já está a ter um alcance e um impacto muito grandes no sentimento de segurança da população, tendo em conta, também, toda a criminalidade associada", sublinhou o subintendente.

Resende da Silva escusou-se a revelar o país europeu de origem da droga, mas explicou que a mesma chegava a Portugal por via terrestre, através de Espanha. 

A heroína era posteriormente levada para várias casas/armazéns na Área Metropolitana de Lisboa, nas quais era preparada, saindo depois diretamente para o mercado.

No cumprimento de oito buscas domiciliárias, foi ainda possível apreender 100 doses de cocaína, 693 gramas de produto de "corte", três armas de fogo ilegais (dois revólveres e uma espingarda caçadeira, que havia sido furtada no Algarve), uma viatura, um moinho, duas balanças de precisão e vários telemóveis.

A investigação teve início na freguesia da Pontinha, concelho de Odivelas.

Os quatro suspeitos já tinham todos antecedentes criminais por tráfico de droga, desconhecendo-se qualquer atividade profissional ou alguma relação familiar entre os mesmos, de acordo com o comandante da Divisão Policial de Loures.

Os detidos vão ser hoje presentes ao Tribunal Judicial da Comarca Norte - Loures, para primeiro interrogatório judicial e aplicação das respetivas medidas de coação.


Lusa
  • As vantagens de comprar online
    8:03
  • Suspeito de homicídio à porta do Luanda foi ouvido em tribunal e ficou em preventiva
    1:36

    País

    O suspeito de ser o autor dos disparos que mataram um jovem junto à discoteca Luanda foi ouvido em tribunal e ficou em prisão preventiva. Segundo a investigação, tudo terá começado com um mero desacato, ainda dentro da discoteca, onde a vítima e o detido foram filmados a discutir. O homem de 23 anos está indiciado por dois crimes de homicídio, um na forma tentada.

  • Filho de Trump critica mayor de Londres por palavras de 2016

    Ataque em Londres

    Donald Trump Júnior criticou o presidente da Câmara de Londres logo a seguir ao ataque de quarta-feira que fez três mortos e mais de 40 feridos. O filho de Presidente publicou no Twitter uma reação a uma declaração de Sadiq Khan de setembro de 2016. Para o Presidente dos EUA, o ataque em Londres é "uma grande notícia".

  • Marcelo reuniu-se com líderes europeus para falar do futuro da UE
    2:31

    País

    Marcelo Rebelo de Sousa esteve esta quarta-feira em Bruxelas e participou numa homenagem às vítimas do atentado em Bruxelas, onde colocou uma coroa de flores junto ao monumento.O Presidente da República esteve também reunido com os líderes das principais instituições europeias para falar sobre o futuro da UE.